ELEIÇÕES 2018 @ Lídice retaliou PCdoB com indicação de Bebeto para suplência de Wagner - Observador Independente

BAHIA

19 de junio de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ Lídice retaliou PCdoB com indicação de Bebeto para suplência de Wagner

Com a decisão tomada, o PCdoB viu-se encurralado / Foto :Rafael Martins/SECOM





Senadora conta com possibilidade de ganhar votos de deputado, que pode assumir mandato com indicação de petista para ministério. 

Chamada para conversar com o governador Rui Costa (PT), quando foi comunicada de que não teria espaço na chapa majoritária, a senadora Lídice da Mata (PSB) retaliou o PCdoB em uma das exigências para abdicar de concorrer à reeleição. 

Apesar de pactuada com o PSD desde a eleição de 2016, quando o senador Otto Alencar foi o primeiro a defender a deputada federal Alice Portugal como postulante governista à Prefeitura de Salvador, a legenda comunista nunca apoiou abertamente Angelo Coronel, mas também refutou endossar o nome de Lídice, o que enfraqueceu a pré-campanha da socialista. 

Se apurou que partiu de Lídice a indicação de Bebeto Galvão para o posto cobiçado pelo PCdoB, que indicaria Davidson Magalhães para a suplência do ex-governador Jaques Wagner. A conta é de que o petista pode assumir o cargo de ministro ou até mesmo de secretário estadual, e os votos do deputado serão convertidos para a atual senadora. Já Coronel, se eleito, deve ficar toda a legislatura no posto. 

Com a decisão tomada, o PCdoB viu-se encurralado. A birra ressoou ontem, quando os integrantes do partido faltaram ao "forró" promovido pela base no Palácio de Ondina.


Evilásio Júnior / Alexandre Galvão / Metro1
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas