IMPORTANDO MISÉRIA ALHEIA @ Capital de Roraima estima ter recebido 60 mil refugiados venezuelanos - Observador Independente

BAHIA

7 de junio de 2018

IMPORTANDO MISÉRIA ALHEIA @ Capital de Roraima estima ter recebido 60 mil refugiados venezuelanos

Crédito da foto Exército Brasileiro/Divulgação





A prefeitura de Boa Vista, em Roraima, decidiu fazer um mapeamento da população de refugiados venezuelanos na cidade, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. A administração não sabe até hoje quantos se estabeleceram no município fugindo do país vizinho.

Ainda de acordo com o jornal, a prefeita Teresa Surita (MDB-RR) diz que as estimativas variam de 3.000 (feitas por órgãos estrangeiros) a 60 mil, número com o qual ela própria trabalha. “Só nas escolas municipais temos 3.000 crianças venezuelanas matriculadas”, diz. 

Nas unidades de saúde já foram computadas 85 mil consultas médicas de refugiados. A gestora tem posição diferente do governo do estado, que defende o fechamento das fronteiras com a Venezuela. “Não é o caminho. Como não receber essas pessoas, que chegam aqui sem dinheiro, desesperadas?”, diz.

Ainda segundo a coluna, Surita vai inclusive cadastrar os refugiados para que recebam o cartão do SUS. Assim o atendimento de cada cidadão será reembolsado pelo Ministério da Saúde, aliviando as contas municipais.

O mapeamento será realizado no sábado (9) e vai mobilizar mil funcionários da prefeitura.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas