ITABUNA @ Megaoperação em Itabuna termina com um morto e oito presos - Observador Independente

BAHIA

7 de junio de 2018

ITABUNA @ Megaoperação em Itabuna termina com um morto e oito presos

Integrantes da quadrilha tinham envolvimento com tráfico de drogas, homicídios e roubos





Um integrante de uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas, homicídios e roubos foi morto e outros oito membros presos durante uma megaoperação das polícias Civil e Militar realizada na cidade de Itabuna (a 439 km de Salvador). A ação, que contou com 80 policiais, além de agentes penitenciários, foi deflagrada nesta quarta-feira, 6, e divulgada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) na manhã desta quinta, 7. 

Segundo o órgão, Weslei Melo de Jesus reagiu à abordagem e foi morto durante o confronto. Dos mandados de prisão, três foram cumpridos dentro do presídio local, incluindo o do líder da facção criminosa, Edson Januário da Silva, conhecido como "Didiu". Ele será transferido para o Presídio de Segurança Máxima, em Serrinha. 

Além de Edson, Wenerson Reis da Silva, o "Calango", e Wagner Nascimento Cordeiro, o "Guito", também tiveram seus mandados cumpridos dentro da penitenciária. Com eles, foram encontrados facas, celulares, carregadores e porções de maconha. 

Os outros integrantes capturados foram Simone Januário dos Santos, irmã de Didiu, Taciana Santos Paixão, Silvanei José dos Santos, Marcos Venicius Santos Nery, gerente da quadrilha, e Davi Rosa do Carmo, que portava dois revólveres calibre 38.



ATarde

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas