JUAZEIRO @ CSTT ORIENTA REPRESENTANTES DE CONDOMÍNIOS E HIPERMERCADOS SOBRE PROJETO DE CIRCULAÇÃO - Observador Independente

BAHIA

23 de junio de 2018

JUAZEIRO @ CSTT ORIENTA REPRESENTANTES DE CONDOMÍNIOS E HIPERMERCADOS SOBRE PROJETO DE CIRCULAÇÃO

Crédito da foto: Irislane Pacheco/CSTT



Quinta-feira (21) a Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) reuniu os representantes de condomínios e hipermercados de Juazeiro para orientá-los sobre Projeto de Circulação. A reunião foi conduzida pelo diretor operacional Marcos Cardoso e o gerente de Engenharia de Tráfego Abner Vasconcelos.

Cardoso explicou o objetivo do encontro. 
De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no Art. 93, nenhum projeto de edificação que possa transforma-se em pólo atrativo poderá ser aprovado sem prévia anuência do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via e sem que do projeto conste área para estacionamento e indicação das vias de acesso adequadas. Não podemos atender ocorrências de trânsito em condomínios e estacionamentos de hipermercados sem que antes haja a aprovação do Projeto de Circulação do local,
concluiu.

Abner sanou dúvidas e orientou sobre o procedimento para a realização do Projeto de Circulação. “É preciso esclarecer que não há uma obrigatoriedade para a realização do projeto, porém, há consequências. De acordo com a Lei, nossos fiscais não poderão atuar nos empreendimentos residenciais ou comerciais que não tiverem o projeto”, ressaltou o gerente.

Cátia Patrícia de Figueiredo Oliveira estava representando o Condomínio Park Centenário e avaliou a reunião como positiva. “Achei muito interessante esse canal de diálogo que a Companhia abriu com os responsáveis pela gestão de condomínios. O órgão nos convidou para tratar sobre um problema e já nos apresentou uma solução”, declarou Cátia. 


Irislane Pacheco/CSTT
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas