SALVADOR @ Aberta licitação para exploração do transporte hidroviário Plataforma-Ribeira - Observador Independente

BAHIA

15 de junio de 2018

SALVADOR @ Aberta licitação para exploração do transporte hidroviário Plataforma-Ribeira

O prazo para concessão é de cinco anos, podendo ser prorrogado por uma única vez por 
igual período / Foto : Divulgação





A prefeitura lançou a licitação para concessão de exploração do serviço de transporte hidroviário de passageiros no trecho Plataforma-Ribeira. O processo é conduzido pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) e o recebimento das propostas ocorrerá no dia 16 de julho, no auditório da pasta, em Amaralina. O edital da licitação está disponível no site da própria Semob.

A licitação será realizada na modalidade de concorrência, tipo menor preço, e terá o seu julgamento fundado no critério de menor valor da tarifa pública, que não poderá exceder a R$2,10, determinado por estudo de viabilidade econômica realizado pela Semob.

O prazo para concessão é de cinco anos, podendo ser prorrogado por uma única vez por igual período.

Para prestação do serviço, será admitida a utilização de embarcações com capacidade mínima de 50 passageiros sentados para os veículos operacionais, e de 30 passageiros para as reservas.

O material do casco pode ser de madeira, aço ou fibra. A frota mínima é de três embarcações, sendo duas operacionais e uma reserva, com idade máxima de 15 anos de fabricação, dentre outras exigências previstas em edital. O terminal também será reformado.


metro1

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas