SALVADOR @ Capital ganha jardim etnobotânico com árvores usadas no candomblé - Observador Independente

BAHIA

7 de junio de 2018

SALVADOR @ Capital ganha jardim etnobotânico com árvores usadas no candomblé

Haverá um mutirão de limpeza em frente à Pedra Xangô




Será criado nesta sexta-feira, 8, um jardim etnobotânico no Parque em Rede Pedra de Xangô, localizado em Cajazeiras. No local, serão plantadas sete árvores de espécies sagradas do candomblé. As mudas foram doadas pelo povo de santo da região. Entre as variedades, Peregun, Akoko, Sangue lavou, Espada de Iansã, Tapororoca, Kabiciele e Aroeira.

Além desta ação, no local haverá um mutirão de limpeza em frente à Pedra Xangô, que foi tombada pela prefeitura em 2017. As ações iniciarão, às 9h, em Cajazeiras X. O objetivo de plantar árvores de espécies sagradas tem como foco promover fins religiosos, medicinais e alimentares, para a comunidade próxima ao Parque em Rede Pedra de Xangô.

O jardim etnobotânico faz parte de ações da Semana do Meio Ambiente, onde até este domingo, 10, 183 árvores serão plantadas em Salvador.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas