SALVADOR @ Casa de traficante com fachada sem reboco tem 'luxo' e trecho bíblico: 'Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo' - Observador Independente

BAHIA

15 de junio de 2018

SALVADOR @ Casa de traficante com fachada sem reboco tem 'luxo' e trecho bíblico: 'Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo'

Imóvel foi achado pela polícia em Salvador. Dono da casa, que não foi localizado, é um dos três criminosos mais procurados do estado e chefia a quadrilha suspeita de ter assassinado há seis dias o cabo da PM, Gustavo Gonzaga.




Por trás de uma parede sem reboco no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, a polícia descobriu uma casa com pintura e acabamento de luxo que era usada por um dos três criminosos mais procurados do estado. Ele também é apontado como chefe da quadrilha suspeita de ter assassinado há seis dias o cabo da PM, Gustavo Gonzaga da Silva.

O imóvel foi localizado na manhã desta sexta-feira (15). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), as equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Batalhão de Choque e da Superintendência de Inteligência chegaram à casa após denúncias anônimas.

O criminoso, identificado como Elias Pinto, não foi encontrado no local. Segundo a polícia, ele estava preso e foi beneficiado pela saída temporária do Natal e não voltou. Desde então, ele estava escondido no imóvel.

Ao lado da porta dos quartos, que ficam no primeiro andar, há um versículo bíblico destacado. "Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, a sombra do onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza e nele confiarei".
Fachada da casa usada por traficante em Salvador (Foto: Divulgação / SSP-BA)



Dentro de um dos quartos, a polícia encontrou brinquedos de pelúcia e desenhos de coração nas paredes. O suspeito não foi localizado na casa, mas os documentos e fotos dele foram achados no local. Por meio de nota, o secretário de Segurança Pública (SSP-BA), Maurício Barbosa, comentou o caso.

"Ele não retornou [da saída temporária] e continua comandando o tráfico de drogas, determinando mortes, roubos, entre outras práticas ilícitas. É o tipo de marginal que não merece progressões de pena ou qualquer tipo de benefício. Vamos pegá-lo novamente".
Sala de casa usada por traficante no Nordeste de Amaralina, em Salvador 
(Foto: Divulgação / SSP-BA)
Versículo encontrado próximo aos quartos do imóvel (Foto: Divulgação / SSP-BA)
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas