SALVADOR @ Homem alega que piano de R$ 18 mil abandonado na orla de Salvador foi roubado de hotel desativado; polícia investiga - Observador Independente

BAHIA

7 de junio de 2018

SALVADOR @ Homem alega que piano de R$ 18 mil abandonado na orla de Salvador foi roubado de hotel desativado; polícia investiga

Caso foi registrado na 9ª DT da Boca do Rio. Instrumento musical foi deixado em via pública e recolhido por um homem, que ainda não foi identificado. (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)






Piano de cerca de R$ 18 mil foi abandonado na orla de Salvador.

O responsável pelo Hotel Atlântico, que fica no bairro de Jardim de Alah, em Salvador, alega que o piano avaliado em R$ 18 mil que foi abandonado na orla, na quarta-feira (6), teria sido roubado do estabelecimento.

Fausto Mendes conversou com o site G1 nesta quinta (7), e contou que o instrumento pertencia ao sogro, Carlos Alberto Jesuíno dos Santos, que já faleceu, e estava no hotel há cerca de 20 anos. Fausto registrou queixa do roubo do piano na 9ª Delegacia da Boca do Rio, na quarta-feira.

"O hotel está fechado há dois anos. Passei ontem por lá, por volta do meio-dia, e vi que a porta estava arrombada. Entrei, olhei e liguei para a polícia. Como o piano é preto e ficava em um local escuro, eu não percebi que ele tinha sido levado", conta ele.
Fachada do Hotel Atlântico, que fica na orla de Salvador e está fechado há dois anos 
(Foto: Maiana Belo/G1 BA)


Segundo Fausto, um ex-funcionário do hotel ligou para ele e falou que viu a reportagem sobre o piano. Ele achou que pudesse ser o instrumento do estabelecimento, já que além do piano ter as mesmas características, foi encontrado em um local próximo ao hotel, depois dele ter sido arrombado.

"Depois que ele me ligou, eu acessei o site G1 e reconheci pela foto que era nosso piano. As pessoas acharam que um piano tinha sido jogado fora, mas ele foi roubado do hotel", pontua Fausto.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas