SALVADOR @ Má circulação do sangue pode causar de câimbras a infarto do miocárdio - Observador Independente

BAHIA

6 de junio de 2018

SALVADOR @ Má circulação do sangue pode causar de câimbras a infarto do miocárdio

Crédito da imagem: Divulgação





E tais doenças podem ser mais comuns no inverno. Esse e outros temas serão discutidos no evento Self Bahia 2018, de 7 a 9 de junho, no Hotel Deville Prime Salvador (Itapuã).

A má circulação do sangue pode gerar, desde câimbras e varizes, a infartos do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais (AVC). E tais problemas podem se tornar mais comuns com a chegada do inverno. Segundo o angiologista e cirurgião vascular, Dr. Ronald Fidelis, a má circulação é ocasionada pelo acúmulo de gordura nas paredes das artérias. “Dessa forma, quando isso ocorre, as paredes ficam endurecidas e estreitas, o que torna a circulação do sangue bem mais lenta”, salienta.

Ligados ao coração estão inúmeros vasos que levam o sangue para todo o corpo, distribuindo oxigênio e nutrientes. Em conjunto, o coração, as artérias e as veias do corpo trabalham para que o organismo inteiro funcione da maneira correta. Quando algum vaso sanguíneo não consegue cumprir sua função, por entupimento ou rompimento, isso desencadeia problemas que vão de pequenos inchaços até problemas cardíacos graves, como o infarto.

Dr. Ronaldo Fidelis / Crédito da foto: Divulgação
E essa contração ou vasoconstipação das artérias periféricas é ainda mais frequente no frio. Deste modo, pessoas sensíveis a estas questões devem tomar mais cuidado no inverno e evitar a exposição a baixas temperaturas. 

Recomendo que as pessoas com esse tipo de problema se protejam do frio, não fumem e tenham um acompanhamento constante com o cirurgião vascular, porque, por vezes, a evolução dos sintomas se agrava, provocando a gangrena das pontas dos dedos, 
alerta o angiologista e cirurgião vascular, Dr. Ronald Fidelis.

Segundo o especialista, uma das causas da má circulação é o entupimento das artérias por placas de gordura ou pressão nos vasos sanguíneos. 
Isso pode ser consequência da obesidade, tabagismo, colesterol alto, hipertensão, sedentarismo, diabetes, estresse e arteriosclerose. Também de maus hábitos, como usar meias ou sapatos apertados, dormir encolhido, com as pernas dobradas, permanecer sentado ou cruzar as pernas por bastante tempo, ter alimentação inadequada, beber pouca água e consumir frequente ou exageradamente bebidas alcoólicas,
explica. 

A má circulação sanguínea pode ser tratada com medicação e terapia. Para casos mais graves, são indicados os procedimentos cirúrgicos, como a angioplastia, revascularização e antrectomia. O cirurgião vascular diz que os exercícios de fisioterapia também são grandes aliados para acalmar músculos tensos também, além de terapias alternativas e o uso de compressas para aliviar o inchaço e a dor. “O tratamento deve ser individualizado e ter como alicerce o histórico médico e familiar do paciente. Por tal razão, deve-se procurar um médico vascular para que o problema não se agrave. Além disso, a prevenção é uma das maneiras de evitar sérias complicações”, diz o médico.

Dicas e temas como esse serão discutidos no Simpósio Endovascular Fronteiras (Self 2018), nos dias 7 a 9 de junho, no Hotel Deville Prime Salvador (Itapuã). O Instituto de Ensino e Treinamento em Saúde Vascular (IVasc) e o Grupo EVAS uniram-se para realizar o SELF, evento dedicado à atualização em técnicas e tecnologias aplicadas ao tratamento e prevenção das principais doenças vasculares (arteriais e venosas). 

O principal objetivo do SELF é promover um ambiente de debate que estimule o uso racional e apropriado das novas tecnologias, definindo suas indicações e limitações, trazendo abordagem de temas de extrema relevância para o Especialista Vascular, contextualizados na realidade econômico-social da região Norte-Nordeste do Brasil, sendo o principal evento regional focado nos avanços dessa área, assim como nas fronteiras da Flebologia. 


Contato para entrevistas: Dr. Ronald Fidelis - (71) 99969-8453
Assessoria de Comunicação Dr. Fidelis
Carmen Azevedo
(71) 9 8867 -0967

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas