SALVADOR @ Morre aos 91 anos o ex-governador da Bahia Waldir Pires - Observador Independente

BAHIA

22 de junio de 2018

SALVADOR @ Morre aos 91 anos o ex-governador da Bahia Waldir Pires

Político estava internado no Hospital da Bahia com quadro de pneumonia




Morreu na manhã desta sexta-feira, 22, aos 91 anos, o ex-governador da Bahia e ex-vereador de Salvador, Waldir Pires. O político estava internado no Hospital da Bahia, na capital baiana, desde a noite desta quinta, 21, quando deu entrada com um quadro de pneumonia. 

Segundo informações da unidade de saúde, ele teve uma parada cardiorrespiratória por volta de 10h e não resistiu. Ainda não há informações sobre o velório eo sepultamento do político. 

Waldir nasceu em Acajutiba (a 185 quilômetros de Saslvador), em 21 de outubro de 1926. "Waldir, inegavelmente, é um personagem grandioso de nossa história – da Bahia e do Brasil", afirma o jornalista e escritor Emiliano José, autor da biografia do político, em artigo publicado em A TARDE. 

No livro lançado no último dia 14, ele descreve a infância de Waldir em Amargosa, passa por Nazaré das Farinhas, onde ele cursa o ginásio no Clemente Caldas; o Colégio Central, onde faz o Clássico; e a Faculdade de Direito da Ufba, sendo o orador da turma de 1949.

Ainda na publicação, é narrado que, aos 24 anos, o político é nomeado secretário do governo Regis Pacheco (1951/55), indicado por Antonio Balbino, espécie de seu preceptor na vida política. Balbino depois se elege governador e Waldir, deputado estadual, sendo seu líder na Assembleia Legislativa.

O livro mostra, ainda, a eleição de deputado federal em 1958 pelo PSD, a campanha ao governo em 1962 e a derrota para Lomanto Júnior; a passagem como professor da UnB e sua atuação como Consultor-Geral do governo Goulart.

Patrícia França / ATarde
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas