SALVADOR @ Prefeitura viabiliza crédito de US$135 milhões para projeto no Subúrbio - Observador Independente

BAHIA

26 de junio de 2018

SALVADOR @ Prefeitura viabiliza crédito de US$135 milhões para projeto no Subúrbio

Crédito da foto: Arquivo 




O Subúrbio de Salvador ganhou crédito de US$135 milhões, do prefeito ACM Neto junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Brasília, para viabilizar a realização do projeto Novo Mané Dendê. 

Os 34 mil moradores dos bairros de Santa Terezinha, Plataforma, Ilha Amarela, Itacaranha e Rio Sena serão beneficiados com ações essenciais para promover a sustentabilidade social, econômica, urbana e ambiental da região.

A estratégia de intervenção no local contribui para a as obras de macrodrenagem do canal do Mané Dendê (2 km), implantação da rede de esgotamento sanitário com 1.800 novas ligações, tratamento e disposição final de seus efluentes.

Além disso, moradias que se encontram em áreas de risco e nas linhas de drenagem serão realocadas e outras 970 serão construídas dentro da área do projeto para o reassentamento de famílias. O contrato prevê ainda a urbanização de áreas públicas a partir da ampliação da capilaridade viária; a construção de passeios e rotas de acessibilidade; a execução de um sistema de drenagem complementar; e a recuperação do sistema de drenagem existente.

De acordo com ACM Neto, os moradores da região do Mané Dendê também serão contemplados com a construção de um mercado público, duas creches, um centro cultural multiuso, um terminal de ônibus, 24 praças, além de vias de acesso de transporte público e recuperação das nascentes existentes no local. 

O acordo firmado junto ao BID estabelece que, do montante total, 50% será de contrapartida da Prefeitura e os outros 50% serão destinados pelo banco. Além disso, o secretário municipal da Casa Civil, Luiz Carreira, afirmou que a expectativa é que o projeto seja executado nos próximos cinco anos.


BNews / Gilberto Júnior 
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas