SALVADOR @ Suspeito de chefiar tráfico na região de Jaguaribe morre em confronto com a polícia - Observador Independente

BAHIA

12 de junio de 2018

SALVADOR @ Suspeito de chefiar tráfico na região de Jaguaribe morre em confronto com a polícia

Crédito da foto: Padrão OBI




Um homem suspeito de chefiar o tráfico de drogas na região de Jaguaribe, em Salvador, morreu em confronto com policiais militares, na manhã desta terça-feira (12), conforme informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Gabriel Max Morais de Souza, mais conhecido como 'Beleleu', chefiava o tráfico também em Nova Brasília e, segundo a SSP, é responsável por, pelo menos, 12 homicídios de rivais e usuários de drogas. Todos os crimes ocorreram em 2017.

Segundo a Secretaria da Segurança, o confronto ocorreu após guarnições do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) da 50ª CIPM receberem uma informação de homens ostentando armas e drogas, na região de Nova Brasília.

Quando chegaram no local indicado, seis homens atiraram contra os policiais, informou a SSP. No confronto, Beleleu terminou atingido. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiu. Com Beleleu, os PMs encontraram um revólver calibre 38, munições, 22 trouxas de maconha, 19 pinos de cocaína e R$ 20.

Em nota, o major Sérgio Malvar, comandante da 50ª CIPM, informou que o suspeito morto tinha envolvimento com tráfico de drogas, homicídios, ocultação de cadáver e roubos de veículos. "Estamos com as equipes no terreno, buscando os outros comparsas que escaparam do cerco”, afirmou o major.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas