BRUMADO @ Mulher é morta após ter casa invadida por ex-companheiro - Observador Independente

BAHIA

6 de julio de 2018

BRUMADO @ Mulher é morta após ter casa invadida por ex-companheiro

A vítima e o suspeito estavam separados há três meses / Crédito da foto: Redes Sociais




Uma mulher de 55 anos foi assassinada pelo ex-marido após ter a casa invadida na cidade de Brumado (a 537 quilômetros de Salvador). De acordo o delegado responsável pelo plantão, Leonardo Soares, o crime ocorreu por volta das 22h desta quinta-feira, 5, e o motivo seria ciúmes. 

Ainda conforme Soares, Gildásio de Jesus invadiu o imóvel de Zilmara Lima – na rua Rui Barbosa, que fica no bairro Novo Brumado – após quebrar uma porta de vidro com um pé de cabra. Na casa, ele discutiu com a vítima e, em seguida, a esfaqueou. 

Mesmo gravemente ferida, a mulher pediu ajuda. Ela foi atendida por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda de acordo com o delegado, após o crime, o homem se dirigiu a uma unidade da Polícia Militar, alegando ter se machucado durante uma briga. Ele foi encaminhado para o Hospital Professor Magalhães Neto e preso em flagrante depois de a polícia descobrir a morte Zilmara. O homem está detido na Delegacia Territorial de Brumado. 

"O casal tinha terminado há cerca de três meses e ele, inconformado com o término, fazia ameaças constantes à vítima neste período. O erro dela foi não ter procurado uma unidade policial para denunciar", disse o delegado. 



Dahiele Alcântara*
*Sob supervisão do editor Juracy dos Anjos

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas