FEIRA DE SANTANA @ Mulher é presa com droga avaliada em cerca de R$ 300 mil - Observador Independente

BAHIA

4 de julio de 2018

FEIRA DE SANTANA @ Mulher é presa com droga avaliada em cerca de R$ 300 mil

A população pode contribuir com o combate ao tráfico de drogas realizando denúncias anônimas através do telefone 75 3602.3511. Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade




Após denúncia anônima, uma mulher foi presa na manhã desta quarta-feira (4), no conjunto Feira V, em Feira de Santana, com 11 tabletes de crack, 14 tabletes de maconha e um tablete de cocaína avaliados em cerca de R$ 300 mil, além de duas balanças de precisão. A droga estava armazenada em uma mala.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade


A delegada Klaudine Passos, titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes de Feira de Santana (DTE/Draco), relatou ao Acorda Cidade que, ao receberem a denúncia, os investigadores realizaram diligências para apurar a informação e prenderam em flagrante Karolina de Jesus Moreira, 31 anos, mãe de gêmeas de 9 anos de idade.
As investigações ainda estão em curso, mas, segundo a denúncia, essa senhora estaria traficando no conjunto Feira V. Realizamos diligências durante a semana e, principalmente, no último final da semana, no intuito de tentar alcançar a situação relatada e chegamos até ela, que estava com essa quantidade de entorpecente, 
informou.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

A acusada, que trabalhava como atendente de telemarketing, alegou que armazenava a droga, mas não fazia a distribuição e que iria receber mil reais para armazenar o entorpecente. 
Eu não vendo droga, só faço guardar, quem me incentivou foi o desespero, não tem nem um mês que faço isso. Eu disse para minhas filhas que o que eu fiz é errado, mas fiz por desespero, fiz por elas. Se você puxar meu histórico eu não tenho passagem, não sei como funciona, foi só uma forma de eu ganhar dinheiro rápido. Existem várias maneiras de isso [a droga] chegar, e isso chegou até a mim. Só guardei para ganhar mil reais. Se eu tivesse outra oportunidade eu não faria novamente. Eu estava sem ter onde morar e com esse dinheiro eu iria me reerguer. As minhas filhas vão ficar com minha mãe e quando eu sair [da prisão] eu vou cuidar delas, 
declarou. 


Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Nas embalagens das drogas há logomarcas que serão investigadas. A delegada ressaltou que a população pode contribuir com o combate ao tráfico de drogas realizando denúncias anônimas através do telefone 75 3602.3511. A identidade do denunciante será preservada.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas