FUTEBOL @ Em jogo bastante movimentado, Bahia empata com o Atlético-MG e deixa o Z-4 - Observador Independente

BAHIA

31 de julio de 2018

FUTEBOL @ Em jogo bastante movimentado, Bahia empata com o Atlético-MG e deixa o Z-4

Crédito da Foto: Felipe Oliveira - EC Bahia




O Bahia empatou em 2 a 2 com o Atlético-MG, na noite desta segunda-feira (30/7), na Fonte Nova, no fechamento da 16a rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Esquadrão foram marcados por Gilberto e Régis. O resultado deixou o Tricolor na 15a colocação no torneio, com 17 pontos e um jogo a menos que a maioria de seus adversários.

O elenco agora volta suas atenções para a disputa da Copa do Brasil. Na quinta-feira (2/8), novamente na Fonte Nova, o Tricolor recebe o Palmeiras pelo jogo de ida das quartas de final. Para este duelo, o técnico Enderson Moreira contará com os retornos de Zé Rafael e Lucas Fonseca, que não atuaram nesta noite por suspensão.

O Bahia atuou durante todo o primeiro tempo pressionando a saída de bola do Atlético-MG, que tinha a clara proposta de jogo de contra-atacar se fazendo valer da velocidade de Chará. Este desenho tático da partida ficou ainda mais consolidado com o gol de Matheus Galdezani, logo a 4 minutos, chutando de dentro da área uma bola que desviou na zaga e tirou qualquer chance de defesa para Anderson.

Atrás no marcador, o Esquadrão não se desesperou e foi ganhando mais força no campo adversário. O time criou ao menos duas boas chances de empatar até o fim do primeiro tempo, em chute de Léo, aos 12, e em cabeçada de Edigar Junio, aos 36.

O Tricolor não mudou para a etapa final e não deixou o Galo respirar. Todo recuado, ocupando quase sempre o último terço do campo, o time mineiro dificultou a chegada pelo meio do Bahia, que tinha como melhores armas as laterais e as cobranças de bola parada. Em dois escanteios batidos por Vinícius, Tiago cabeceou com muito perigo, aos 12 e aos 15.

A todo tempo a bola rondava a área do Atlético-MG, mas foi apenas aos 38 que o Esquadrão empatou. Régis bateu rapidamente uma falta e deixou Gilberto livre para chutar, fuzilando o goleiro com uma bomba em seu canto esquerdo.

Os 16 mil torcedores se inflamaram ainda mais na arquibancada, mas num contra-ataque, aos 46, Ricardo Oliveira recebeu livre e tocou rasteiro, da entrada da área, na saída de Anderson. O tento quase silenciou a Fonte Nova.

Contudo, repetindo o que tem sido uma praxe em 2018, a equipe não desistiu e arrancou um novo empate, aos 48. Após lateral de Léo na área, a zaga cortou para o meio, Régis matou no peito e chutou de primeira para o gol, dando números finais ao marcador.

O Bahia atuou com: Anderson; Bruno, Tiago, Douglas Grolli e Léo; Gregore, Élton, Vinícius (Régis), Marco Antônio (Mena) e Edigar Júnio (Élber); Gilberto.



aratuonline

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas