JACOBINA @ Casamento coletivo vira piada nas redes sociais. Padres esquecem que idade das trevas já passou - Observador Independente

BAHIA

27 de julio de 2018

JACOBINA @ Casamento coletivo vira piada nas redes sociais. Padres esquecem que idade das trevas já passou

Crédito da imagem / NetMundi Org




PENSE EM UM ABSURDO, E NA BAHIA COM CERTEZA TEM PRECEDENTES, principalmente os imorais,  mas sempre vale lembrar aos padres da igreja católica em Jacobina, que a idade das trevas já passou.

Um casamento coletivo realizado na cidade de Jacobina, 330 km de Salvador, virou piada nas redes sociais. Isso pelo inusitado da situação. 

Segundo informações do site Bahia Acontece, com sede na cidade, cerca de mil casais se viram obrigados de última hora, a percorrer a pé, mais de dois quilômetros de ruas pelos centros da cidade, o que causou tremendo congestionamento pelas ruas e avenidas centrais e uma imenso transtorno para a cidade da Chapada Diamantina.

Segundo o blog, além do transtorno e aborrecimento para a cidade, muito mais e em especial para os noivos e padrinhos que tiveram que suar a camisa e andar uma distância considerável para chegar até a igreja matriz e ainda aguardar, em pé e no frio da noite jacobinense, que os futuros cônjuges fossem  chamados nominalmente um a um.

Da para imiginar noivas e noivos totalmente prontos para irem ao altar e de repente saírem pelas ruas andando dois quilômetros para satisfazer a vontade de alguns padres? Você se imagina nessa situação? E o salto alto das noivas?

Sem dúvidas constrangimento ilegal e imoral provocado pela igreja católica para com os nubentes e que, por certo deveria ser reparado em uma ação coletiva por danos morais, considerando o transtorno imposto tantos aos noivos, padrinhos e convidados, quanto à sociedade local.

O blog deixa claro a imoralidade do constrangimento causado pelos padres energúmenos que se arvoram em defensores de Deus e submetem as pessoas a humilhações no melhor estilo da igreja católica medieval.

Ou seja, ou vai para o sacrifício ou não terá o casamento. No mínimo imoral, indecente a postura medieval da igreja católica em Jacobina. 



AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas