JUAZEIRO E OESTE DA BAHIA ATRAEM EMPRESAS DE ENERGIA SOLAR E EÓLICA - Observador Independente

BAHIA

3 de julio de 2018

JUAZEIRO E OESTE DA BAHIA ATRAEM EMPRESAS DE ENERGIA SOLAR E EÓLICA

Crédito da foto:  Absolar/Enel


Para a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), investimentos como os da Enel na Bahia são o reflexo do potencial natural de regiões do estado para a geração de energia solar e eólica. As de maior destaque são o Extremo Oeste e a região do São Francisco, mas áreas do sertão e da Chapada também têm atraído investimentos.

Essas áreas possuem potencial solar elevado, terrenos disponíveis e topografia favorável. Na divisa com Pernambuco, por exemplo, foi anunciado esta semana que a empresa ABB, gigante em tecnologias de eletrificação, automação industrial e robótica, vai instalar a primeira subestação digital da América Latina na cidade de Juazeiro.

A nova subestação de 230 kV e o bay de conexão na subestação Juazeiro II vão fornecer 156 MW da energia gerada em um complexo solar fotovoltaico em desenvolvimento na região.

O projeto solar de Juazeiro é operado pela Atlas Renewable Energy, braço de energia renovável da empresa de investimentos britânica Actis. A Atlas supervisiona mais de 1.500 MW de ativos solares de PV em operação, construção ou desenvolvimento avançado.

Quando estiver em plena operação, os projetos irão produzir energia suficiente para abastecer mais de 350 mil famílias, reduzindo em cerca de 1,5 milhão de toneladas as emissões de CO2 da geração convencional.

A ABB vai entregar toda a subestação de Juazeiro e fornecer um controle de supervisão e um sistema de aquisição de dados, dispositivos eletrônicos inteligentes para proteção e controle, bem como as merging units SAM600 incorporadas ao barramento de processo da subestação. Os cabos de cobre serão substituídos por cabos de fibra óptica.

Uma subestação funciona como o coração de uma rede de energia, transmitindo e distribuindo energia para locais distantes. Mudando as conexões para fibra óptica é possível reduzir a quantidade de cabos de cobre, com economia significativa de custos.

 Absolar/Enel

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas