SALVADOR @ Após polêmica, Plano de Mobilidade Urbana é aprovado na Câmara - Observador Independente

BAHIA

4 de julio de 2018

SALVADOR @ Após polêmica, Plano de Mobilidade Urbana é aprovado na Câmara

Vagner Souza /Bnews Por: Juliana Nobre e Tamirys Machado





Com manifesto contra e a favor, o Plano Municipal de Mobilidade Urbana foi aprovado nesta quarta-feira (4) na Câmara de Vereadores, com 27 votos a favor e sete contra. 

A bancada de oposição na Casa contestou as diretrizes do programa. A líder do colegiado, Marta Rodrigues (PT) afirmou que o plano “fere o PDDU, fere a democracia e tem objetivos totalmente obscuros. Já o secretário de Mobilidade Urbana de Salvador, Fábio Mota, rebateu as críticas da oposição. 

Segundo ele, as declarações da vereadora não condizem com a consistência do projeto proposto. “A Política Municipal de Mobilidade Sustentável de Salvador além de estar respaldada na Lei de Mobilidade, no PDDU, na LOUOS e no Salvador 500, também considerou como referência para a sua elaboração a estrutura de Políticas Municipais de outras grandes capitais, a exemplo de São Paulo e Belo Horizonte”. 

Um dos principais objetivos de aprovação com urgência da matéria é a ação do civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) questionando que o BRT começou a ser construído sem um plano de mobilidade.


bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas