SALVADOR @ Funcionários de empresas terceirizadas sofrem com atrasos de pagamentos - Observador Independente

BAHIA

26 de julio de 2018

SALVADOR @ Funcionários de empresas terceirizadas sofrem com atrasos de pagamentos

As reclamações são sempre as mesmas: atrasos de salários e descumprimento das leis trabalhistas / Foto : Divulgação/Sindilimp





Com três filhos pequenos, Antônio — que não revela o sobrenome por medo de retaliações —, já perdeu as contas de quantas vezes teve que pegar dinheiro emprestado para arcar com as contas do mês. Ele é um dos funcionários da empresa Braspe, terceirizada que presta serviços para a Prefeitura de Salvador e Governo do Estado. “Chegou dia 16 de julho e ainda não tínhamos recebido o salário de junho. É muito difícil”, lamentou o funcionário. 

A história de Antônio se repete com frequência entre os funcionários de empresas terceirizadas na Bahia e as reclamações são sempre as mesmas: atrasos de salários e descumprimento das leis trabalhistas. Vereador de Salvador e diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia (Sindilimp), Luís Carlos Suíca (PT) afirmou que a falta de respeito das terceirizadas é rotineira. “A Braspe deixa de pagar e ninguém faz nada. Só vão pagar no dia 20 , quando a lei diz que o pagamento tem que ser feito no 5º dia útil”, pontuou.

Estado diz que Lei Anticalote ameniza erros; medida não impede atrasos
Coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Proteção à Moralidade do Ministério Público da Bahia, o promotor Luciano Taques vê como positiva a implementação da Lei 12.949, a Anticalote. “O número de reclamações diminuiu”, explicou Taques. 

Mas segundo o diretor de Serviços da Secretaria de Administração do Estado, Raul Celuque, apesar de garantir direitos, a mudança não impede o atraso de salários. “Trouxe a obrigação de trazer a provisionamento de verbas trabalhistas. As férias e abono, assegurou o direito ao 13º salário, multa do fundo de garantia. O salário, em si, não foi coberto pela lei.”, listou. 

Terceirizadas possuem contratos milionários
As terceirizadas acumulam contratos milionários com a Prefeitura de Salvador. A CS, por exemplo, tem três contratos vigentes no valor de R$ 10 milhões, enquanto a Braspe soma R$ 34 milhões em nove contratos e a WS, com oito, tem acordado um montante de R$ 33 milhões. Somente a Viverde Ambiental possui dois convênios com a prefeitura com valor global de mais de R$ 78 milhões. Se falta diálogo com os colaboradores, a situação é similar com a imprensa. O JM tentou contato com as terceirizadas citadas, mas não teve sucesso. 

Prefeitura minimiza problemas
Secretário Municipal de Gestão, Thiago Dantas minimizou os problemas com as terceirizadas e afirmou que a substituição pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) ainda está em “processo de teste”. “Nós tivemos alguns registros de situações dessa natureza. Eventualmente um não-pagamento, um atraso aqui ou acolá, tudo isso é objeto de notificação, de processo administrativo, quando é apurada a falta contratual é aplicada uma penalidade (...) Ano passado a prefeitura aprovou uma legislação que passou a fazer uma priorização por contratação na modelagem Reda. A gente tem controle absoluto com o custo”, argumentou.

Para o diretor da Secretaria de Administração, o Governo do Estado tem trabalhado para reduzir os problemas envolvendo terceirizadas e garantiu a diminuição de irregularidades com as últimas medidas adotadas. “A lei trouxe a garantia que todos esses direitos trabalhistas estão preservados e isso traz um reflexo positivo. A empresa terceirizada que tem a obrigação de repassar o salário”, disse.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas