SALVADOR @ Polícia mantém buscas a suspeito de estuprar filha e sobrinha, em Paripe - Observador Independente

BAHIA

28 de julio de 2018

SALVADOR @ Polícia mantém buscas a suspeito de estuprar filha e sobrinha, em Paripe

Crédito da Foto / Padrão OBI



Agentes da 19ª CIPM (Paripe) seguem em busca de um suspeito acusado de violentar sexualmente a própria filha e a sobrinha, ambas menores de 16 anos. Procurado pela reportagem do Aratu Online, o major Elsimar Leão, da 19ª CIPM, revelou que os abusos já eram cometidos há anos. ” O indivíduo já cometia esses abusos há muitos anos. A filha, ele abusava desde os nove. A sobrinha, tem menos tempo”, explica Leão.

O autor do crime foi identificado como Gutemberg Vitorino dos Santos, que além de cometer os abusos ameaçava as adolescentes caso contassem as agressões sofridas. “As meninas descreveram a violência cometida com riqueza de detalhes. Para intimidar tanto as adolescentes quanto sua companheira, o acusado chegou a comprar uma arma”, ressalta o comandante da 19ª CIPM.

Segundo ele, o crime foi denunciado nesta última sexta-feira (27/7). Desde então, as buscas foram iniciadas. “A família estava com muito receio de realizar a denúncia. Resolveram procurar a polícia nesta sexta. Porém, o acusado deixou a residência desde a última segunda-feira (23/7). Recebemos uma denúncia de que ele estaria escondido numa residência no Cabula. Foi feito a diligência, porém sem sucesso. Continuamos com as investigações”.

As duas vítimas foram encaminhadas à DERCA (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente Salvador), onde foi registrado o Boletim de Ocorrência.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas