SALVADOR @ Sala do Coro do TCA reabre com um show especial de Lázaro Ramos - Observador Independente

BAHIA

5 de julio de 2018

SALVADOR @ Sala do Coro do TCA reabre com um show especial de Lázaro Ramos

Lázaro Ramos é o protagonista do show dedicado ao público infantil / Crédito da foto: Divulgação




A reabertura da Sala do Coro do Teatro Castro Alves, após 5 anos fechada, acontece em dois eventos distintos. Um mais formal e solene, com a presença do governador do estado, Rui Costa, nesta quinta-feira, 5, às 18 horas, em que serão conhecidos os resultados da reforma completa do equipamento, a segunda entrega do projeto Novo TCA, depois da Concha Acústica.

O outro, que acontece nesta sexta, 6, às 19h, coloca a Sala do Coro de volta ao roteiro cultural, sobretudo o teatral, da cidade, com a estreia da peça-show infantil "Viagens da Caixa Mágica", protagonizada pelo ator baiano Lázaro Ramos, somente para convidados.

Ainda na sexta, e logo após o show de Lázaro, o DJ El Cabong toma conta do espaço, que será transformado em pista de dança. E tem ainda a abertura da exposição fotográfica, no foyer da Sala do Coro, da história do projeto TCA.Núcleo. Tudo isso para demonstrar que o novo espaço passa a ter, a partir de agora, múltiplos formatos e possibilidades.
Vejo com bons olhos o retorno da Sala do Coro, um espaço em que nunca tinha pisado como artista, só como público.
 Lázaro Ramos, ator, diretor e escritor

De acordo com Moacyr Gramacho, diretor-geral do TCA, na Sala do Coro cabem agora 177 pessoas com a arquibancada montada. Desmontada, há espaço para cerca de 250 pessoas, a depender do evento. Os camarins foram todos reformados e têm 100% de acessibilidade. Foi criada também uma área para abrigar a equipe técnica, como as camareiras e o pessoal de palco.
Além disso, foi montada uma estrutura com 19 talhas elétricas, que podem ficar presas em qualquer ponto da sala e, paralelo a isso, sustentar um kit de vigas de alumínio que possibilita múltiplos formatos cênicos, 
acrescenta Gramacho.

Inicialmente, para ocupar os possíveis palcos da nova Sala do Coro, de setembro a dezembro de 2018, será preciso participar de um chamamento público. Pode ser espetáculo de teatro, dança, circo e música, além de outras formas de linguagens artísticas. A ideia é oferecer ao público uma programação artístico-cultural, no mínimo, durante cinco dias por semana.

"Será constituída uma curadoria, formada por artistas e técnicos, para analisar os pedidos de pauta. Os critérios serão, entre outros, a qualidade e a pertinência do espetáculo. Queremos fidelizar o público", revela Gramacho.

Mas, até lá, a pauta será ocupada, nos dias 13 e 14 de julho, às 20h, pelo premiado espetáculo de teatro "Os Pássaros de Copacabana", que tem no palco Marcelo Praddo, vencedor do 25º Prêmio Braskem de Teatrocomo melhor ator, sob a direção de Gil Vicente Tavares, também vencedor do Braskem de melhor diretor.
"Os Pássaros de Copacabana" tem no palco Marcelo Praddo | Foto: Fábio Abu | Divulgação


40 anos

Inaugurada em 5 de julho de 1978, a Sala do Coro surgiu configurada como uma sala de teatro, no formato arena, com espaço para 150 pessoas.

"Minha ambição é ver gente fazendo fila para ver teatro baiano e nacional"

Moacyr Gramacho, diretor do TCA

Recebeu, durante décadas, importantes nomes da dramaturgia baiana, como Luiz Marfuz, Paulo Dourado, Gideon Rosa, Frank Menezes e Hilton Cobra. Em seu palco já passaram também artistas consagrados nacionalmente, como Fernanda Montenegro, Paulo Autran, Denise Stoklos e Gerald Thomas.

Nos últimos cinco anos de funcionamento, a Sala do Coro teve uma média de 177 apresentações anuais. O espaço atingiu, entre 2009 e 2013, um público superior a 82 mil espectadores, sendo que 80% de sua ocupação foi com produções baianas.
Nova Sala do Coro inaugura sua programação nesta sexta | Foto: Elói Corrêa | Gov-BA


Novo público

O espetáculo "Viagens da Caixa Mágica", que reinaugura a Sala do Coro, é uma compilação de 10 músicas criadas por Lázaro Ramos e pelo diretor musical Jarbas Bittencourt a partir de dois livros infantis de Lázaro, Caderno sem Rimas da Maria e Caderno de Rimas do João.
O objetivo de montar um show infantojuvenil é dar boas-vindas ao público infantil, o que acaba sendo um boas-vindas a toda a família. Gosto de falar com esse tipo de público porque ele é sempre transformador e dono dos espaços teatrais", revela o ator, diretor e escritor Lázaro Ramos, que complementa, "esse espetáculo foi criado especificamente para a reinauguração da Sala do Coro, mas existe a possibilidade de adaptá-lo para seguir viagem.
Durante cerca de uma hora, ao lado do músico Jarbas Bittencourt e da atriz e cantora Heloísa Jorge, Lázaro canta e conversa com a plateia. Tudo embalado pela banda composta por Eric Assmar (guitarra), Tomáz Bastos (baixo), Leo Bittencourt (bateria), Vanessa Melo (clarinete) e Rogerys Machado (trompete e flugelhorn).

Depois dessa sessão especial de estreia, o show terá apresentações no sábado, 7, às 14h e 16h, com ingressos a R$ 4 (inteira).

A direção geral de Viagens é de Elísio Lopes Jr. e a musical, de Jarbas Bittencourt. Cenografia e adereços ficam a cargo de Cinthia Rosa, e a peça conta ainda com as participações especiais de Júlia Dias, Banda Erê e o Coro Infantil do Neojiba.

Viagens da Caixa mágica / Sala do Coro do TCA - 7/7 - 14h e 16h

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas