SALVADOR @ Suspense continua: novo pedido de Vistas adia processo que pede a cassação do prefeito a da vice de Conceição do Coité - Observador Independente

BAHIA

5 de julio de 2018

SALVADOR @ Suspense continua: novo pedido de Vistas adia processo que pede a cassação do prefeito a da vice de Conceição do Coité

Apenas dois desembargadores tinham votado a favor da cassação dos diplomas de Assis e Val, quando o presidente da Corte pediu vistas, outros dois optaram para votar na próxima sessão.
Crédito da foto / Reprodução




O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia se reuniu na tarde e noite desta quarta-feira, 04, em Sessão para julgar o processo movido pela Coligação A Voz do Povo ( Éwerton Rios D’Araújo Filho e Renato Souza dos Santos) contra o prefeito Francisco de Assis Alves dos Santos, a vice-prefeita Genivalda Pinto da Silva, com pedido de cassação de registro e de diploma, sob alegação de captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico.

Conforme aconteceu nas duas sessões anteriores nos dias 4 e 6 de junho não houve um desfecho.No dia 04 de junho, há exatamente um mês, ocorreu a primeira sessão e na oportunidade a desembargadora Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer deu parecer favorável aos recorrentes (Vertinho e Renato). Em nova sessão dois dias depois, o desembargador Juiz Paulo Pimenta deu seu voto em favor dos recorridos (processados), ou seja, pela não cassação da chapa, por entender que não houve compra de voto direta ou indireta por parte do prefeito Assis e da vice-prefeita Val.

Logo após o voto, dois desembargadores pediram Vista do processo para melhor análise, tendo em vista sua complexidade e ficou agendado para hoje. A Sessão teve inicio às 17h e abordou vários assuntos, mas Coité só entrou em pauta por volta das 19h40, tendo durado aproximadamente 6 minutos.

Os desembargadores Rui Carlos Barata Filho e Edmilson Jathay Fonseca Junior acompanharam o voto da relatora Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer pela cassação do diploma do prefeito e vice de Coité e Paulo Pimenta divergiu. Desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano – Presidente da Corte pediu vistas, enquanto Diego Luiz e Freddy Pita resolveram aguardar para votar na próxima sessão segunda-feira, 09.

O presidente afirmou que até ele está perdido no processo “Eu confesso que estou perdido nesse processo. Estou sendo sincero”. A sessão teve mais de 3 horas de duração, mas o que se refere ao processo de Coité está entre 02h31 a 02h38.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas