SALVADOR @ Uneb amplia sistema de cotas para transexuais, travestis, ciganos, autistas e quilombolas - Observador Independente

BAHIA

22 de julio de 2018

SALVADOR @ Uneb amplia sistema de cotas para transexuais, travestis, ciganos, autistas e quilombolas

Crédito da Foto: Divulgação/UNEB



A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) aprovou na última semana a ampliação do sistema de ação afirmativa para segmentos sociais historicamente discriminados e passará a disponibilizar vagas com cotas para transexuais, travestis, transgêneros, quilombolas, ciganos, pessoas com deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades.

Cada grupo contará com 5% das sobrevagas, além das 40% pré-estabelecidas para estudantes que se autodeclaram negros e 5% para indígenas. As cotas passarão a valer para todos os processos seletivos de cursos de graduação e de pós-graduação do próximo ano. Do total de vagas, 60% é destinado para candidatos não-cotistas.

Para concorrer às cotas, o candidato deve também ter cursado todo o segundo ciclo do ensino fundamental e o ensino médio exclusivamente em escola pública e possuir renda familiar mensal de até quatro salários mínimos.

A UNEB foi a primeira universidade do Nordeste e a segunda do país a instituir cotas sociorraciais, em 2002, para ingresso em todos os seus cursos de graduação e pós-graduação, reservando 40% das vagas para negros e, posteriormente, 5% de sobre vagas para indígenas.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas