A "FAMÍLIA" @ Petista, irmão de Dias Toffoli é condenado por improbidade administrativa - Observador Independente

BAHIA

13 de agosto de 2018

A "FAMÍLIA" @ Petista, irmão de Dias Toffoli é condenado por improbidade administrativa

Para o magistrado, ficou demonstrado que em 2012, nos últimos 180 dias do mandato de Ticiano, houve aumento de despesas de pessoal equivalente a 5,46% // Foto : Divulgação





Ex-prefeito de Marília, em São Paulo, Ticiano Dias Toffoli (PT) foi condenado por improbidade administrativa pelo juiz Walmir Idalêncio dos Santos Cruz, da Vara da Fazenda Pública da cidade. 

Para o magistrado, ficou demonstrado que em 2012, nos últimos 180 dias do mandato do petista, houve um aumento de despesas de pessoal equivalente a 5,46%, o que violaria “o artigo 21, parágrafo único, da Lei de Responsabilidade Fiscal, evidenciando-se que ocorreram contratações de servidores para cargos em comissão”. A despesa de pessoal era de quase R$ 260 milhões em junho e saltou para R$ 291 milhões em dezembro.

De acordo com o site Jota, além do irmão do ministro do STF, foi condenado também Mario Bulgareli (PDT). Sob a gestão de Ticiano, o município de Marília também deixou de recolher ao INSS “as competências novembro, dezembro e do décimo terceiro, tanto da parte patronal quanto do servidor”. O atraso no recolhimento, segundo o magistrado, gerou despesas com juros à prefeitura.

Em 2012, o cargo de prefeito de Marília foi ocupado tanto por Mario Bulgareli, do PDT, de 1º de janeiro até a renúncia, em 5 de março, quanto por Ticiano Dias Toffoli, que ficou no cargo de 6 de março a 31 de dezembro do mesmo ano.


Alexandre Galvão / Metro1
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas