BAHIA @ TCM investiga 26 prefeituras e 30 câmaras da BA que gastaram cerca de R$ 90 mil para comprar título de 'melhor gestor do país' - Observador Independente

BAHIA

8 de agosto de 2018

BAHIA @ TCM investiga 26 prefeituras e 30 câmaras da BA que gastaram cerca de R$ 90 mil para comprar título de 'melhor gestor do país'

Jumento que foi diplomado como um dos melhores prefeitos do Brasil (Foto: Reprodução/TV Globo)


Investigações do tribunal no estado começaram após o programa Fantástico, da TV Globo, denunciar a compra de título para um jumento no Rio Grande do Sul.

TCM investiga prefeituras e vereadores que teriam comprado títulos de melhor gestor

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) investiga 26 prefeituras e 30 câmaras de vereadores do estado por suspeita de gastos com cerca de R$ 90 mil para receber o título de "melhor gestor do país".

O título é dado pela União Brasileira de Divulgação (UBD), que fica em Pernambuco, e que, junto com o Instituto Tiradentes, de Minas Gerais, chegou a fazer 20 premiações a prefeitos, vereadores e secretários municipais, por ano.

A investigação do TCM ocorreu após o programa Fantástico, da TV Globo, denunciar, através de uma reportagem exibida no último domingo (5), que um jumento recebeu o título de um dos 100 melhores prefeitos do Brasil, no Rio Grande do Sul.

A reportagem mostrou a "qualidade" dessa premiação. Na verdade, o título foi comprado por R$ 1.480.

O título é dado em cerimônia em hotéis que ficam, geralmente, em cidades litorâneas. Na véspera do evento, da UBD, em Recife, o repórter do Fantástico deu o dinheiro ao presidente da UBD e recebeu a medalha e o diploma do jumento. O presidente da união não sabia que estava sendo gravado.

Na Bahia, o Tribunal de Contas dos Municípios fez um levantamento e, de acordo com as prestações de contas de 2017 e do primeiro semestre deste ano, verificou que as 26 prefeituras e as 30 câmaras de vereadores pagaram para ter títulos dados pela UBD e o Instituto Tiradentes. Juntas elas gastaram R$ 92.983 mil com as premiações.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas