BRASIL 😂😂😂 Guru das celebridades é acusado de abusar sexualmente de duas discípulas - Observador Independente

BAHIA

31 de agosto de 2018

BRASIL 😂😂😂 Guru das celebridades é acusado de abusar sexualmente de duas discípulas

Crédito da Foto: Reprodução/Instagram



Sri Prem Baba, líder espiritual, está sendo acusado de abusar sexualmente de duas discípulas de sua comunidade de São Paulo. O guru Sri Prem Baba é famoso, e já atraiu centenas de fiéis, inclusive famosos, como Reynaldo Gianecchini, Paula Burlamaqui, Márcio Garcia, Bruna Lombardi, Giovanna Antonelli e outros.

Segundo informações do jornal Folha de SP, a acusação partiu de dois homens, que alegaram que suas ex-mulheres haviam mantido relações sexuais com Baba, sem perceberem, no entanto, que se tratava de abuso.

Ainda segundo o site, o líder não negou que manteve relações com as duas mulheres, mas a assessoria do mesmo nega que tenha havido abuso. Segundo depoimentos de um dos ex-maridos, ele e a ex-esposa estavam atravessando uma crise no casamento, e por isso procuraram o guru. No entanto, Baba teria se aproveitado da devoção da mulher, para praticar os atos.

Outra questão que chocou os seguidores do líder, é o fato de o guru ter dito que mantinha o celibato – ou seja, que não se relacionava sexualmente com outras pessoas. A assessoria dele afirmou, porém, que a decisão de ser celibatário aconteceu após o envolvimento com as duas mulheres.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas