BRASÍLIA @ TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro - Observador Independente

BAHIA

16 de agosto de 2018

BRASÍLIA @ TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro

Quase a metade dos candidatos tem ensino superior e 55% são casados
Foto : Roberto Jayme/Ascom/TSE



Mais de 23 mil candidatos a presidente, governador, senador e deputado federal, estadual e distrital vão disputar os votos de 147,3 milhões de eleitores brasileiros, segundo dados disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Encerrado o prazo para registrar as candidaturas, 13 nomes se apresentaram para disputar o Palácio do Planalto em outubro.

Para governador, segundo a última atualização do Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas, 171 postulantes pediram registro. Deles, 17 disputam a reeleição. O PSOL foi o partido que lançou o maior número de candidatos a governador, seguido de PSTU e PT.

O TSE contabiliza até agora 6.982 candidatos para disputar as 513 vagas de deputado federal. Para deputados estadual e distrital, são 15.605 concorrentes a 1.059 vagas nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Mais 295 concorrem a 54 cadeiras no Senado.

Com o total de 23.812 candidatos a todos os cargos em disputa nas eleições de outubro, o PSL foi o partido que apresentou o maior número de concorrentes (1.259), seguido de PSOL (1.201), PT (1.075) e MDB (1.009). Do contingente, 30,6% são mulheres, em cumprimento à meta prevista na legislação.

Quase a metade dos candidatos tem ensino superior e 55% são casados. A maioria tem entre 35 e 59 anos de idade, mas há 50 na faixa de 80 a 84 anos.

O total de candidatos em 2018 é menor que o registrado em 2014 (26.162). Os dados podem sofrer ajustes conforme a Justiça Eleitoral julgue os pedidos de registro.
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas