CAMAÇARI 💣⚖ Caetano e Quitéria (ex-UPB) podem não concorrer à reeleição - Observador Independente

BAHIA

11 de agosto de 2018

CAMAÇARI 💣⚖ Caetano e Quitéria (ex-UPB) podem não concorrer à reeleição

Crédito da fotomontagem // G8News    




Três candidatos a deputado federal considerados fortes da base do governador Rui Costa (PT) pode ficar de fora da disputa eleitoral de outro. O motivo é que integrantes da própria base petista dizem que eles estão inelegíveis e, com a promessa de maior rigor nas eleições deste ano, devem ser barrados.

Os nomes apontados são o do deputado federal Luiz Caetano (PT), do ex-prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho (PcdoB) e da ex-presidente da União dos Municípios da Bahi (UPB) Maria Quitéria.

Os dois primeiros seriam barrados pela Lei da Ficha Limpa por serem condenados em segunda instância. Pela legislação, eles são considerados fichas-sujas e não podem conseguir o registro de candidatura. Até mesmo a possibilidade de conseguir o registro por meio de liminar é considerada remota pelos próprios aliados.

Já Maria Quitéria seria impedida de disputar a eleição por só ter deixado a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) no último dia 3. Pela legislação eleitoral, dirigentes de organizações bancadas pelo governo devem se afastar do cargo seis meses antes da eleição.

A FLEM, contudo, é uma organização privada sem fins lucrativos, e, pelo argumento de Quitéria, não se encaixa na restrição. Entretanto, a FLEM tem 95% de seu orçamento depende de contratos com o governo. Assim, seria uma instituição que necessita do governo para sobreviver, o que poderia levar ao impedimento da ex-presidente da UPB.

Dos três casos, o de Caetano é considerado o mais delicado. Ele foi condenado em segunda instância por irregularidades na contratação da Fundação Humanidade Amiga (Fhunami), quando era prefeito de Camaçari.



G8news

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas