CANDEIAS @ Caso artista Nadinho # Testemunhas de acusação são ouvidas em primeira audiência - Observador Independente

BAHIA

31 de agosto de 2018

CANDEIAS @ Caso artista Nadinho # Testemunhas de acusação são ouvidas em primeira audiência

O artista foi assassinado friamente por policiais militares em Candeias enquanto trabalhava em casa
Crédito da foto - Arquivo pessoal   
 


Foram ouvidas pela Corregedoria da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (30), as testemunhas de acusação do caso do artista plástico Arnaldo Filho, 61 anos, conhecido como "Nadinho", na primeira audiência do processo administrativo disciplinar que vai decidir o futuro dos três policiais envolvidos. A audiência foi realizada na 10ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), na cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador. As informações são do G1 Bahia.

O caso ocorreu no dia 21 de abril deste ano, no mesmo município. Segundo os familiares da vítima, policiais militares entraram na casa de Arnaldo, mais conhecido como "Nadinho", em busca de um suspeito e já chegaram atirando na vítima, que estaria desarmado. A Polícia Militar alegou que ele portava um revólver e disparou contra a guarnição, da janela de casa, mas a arma falhou.

A investigação militar vai decidir se os policiais continuam na corporação ou serão afastados definitivamente da Polícia Militar. Os três PMs foram afastados das atividades nas ruas no dia 23 de abril.

A Polícia Civil concluiu o inquérito do caso e indiciou por homicídio doloso os soldados Edvaldo Nunes, Leandro Xavier e Dinalvo dos Santos, lotados na 10ª CIPM. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ofereceu a denúncia à Justiça e a primeira audiência está marcada para o dia 14 de setembro no Fórum de Candeias.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas