ELEIÇÕES 2018 @ Candidatos ao governo da Bahia se enfrentam em primeiro debate televisivo - Observador Independente

BAHIA

16 de agosto de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ Candidatos ao governo da Bahia se enfrentam em primeiro debate televisivo

Crédito da foto montagem / BNews     




Os candidatos ao governo do estado se enfrentarão pela primeira vez às 22h desta quinta-feira (16), no debate da TV Bandeirantes. 

A julgar pelo comportamento dos postulantes durante a pré-campanha, o governador Rui Costa (PT) deve adotar um tom ameno e focar nas realizações de sua gestão frente ao cenário de crise econômica nacional. Além disso, o petista deverá destacar os investimentos em saúde e segurança pública – o “calcanhar de Aquiles” de seu governo. 

A expectativa, inclusive, é que os adversários explorem amplamente essas duas questões. Nesta terça-feira (14), José Ronaldo (DEM) reuniu-se com sua equipe de marketing para se preparar para o embate. “Foi uma preparação normal, de rotina. Essas questões vão depender de como vai acontecer o debate. Vou falar para a Bahia”, disse o democrata ao BNews, na manhã desta quarta-feira (15).

O ex-ministro João Santana (MDB) não deve poupar críticas aos dois principais adversários, colocando-se como uma espécie de alternativa à polarização. “Há 35 anos, quem manda aqui na Bahia é o carlismo e o petismo, e está tudo na mesma m****. Os índices são terríveis em todas as áreas”, bradou o emedebista na última semana, em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia. Se eleito, ele promete atacar o desemprego no estado.

A disputa também conta com as candidaturas de Marcos Mendes (PSOL), do ex-prefeito João Henrique (PRTB) e da ex-vice-prefeita Célia Sacramento (Rede). O PCO registrou, nesta quarta, a candidatura de Orlando Andrade de Jesus, que não deve participar do debate porque o partido não tem representatividade no Congresso.



Guilherme Reis // Bocão News
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas