ELEIÇÕES 2018 @ A DERROTA DOS DERROTADOS # Justiça rejeita pedido da APLB para evitar corte de salários durante greve - Observador Independente

BAHIA

8 de agosto de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ A DERROTA DOS DERROTADOS # Justiça rejeita pedido da APLB para evitar corte de salários durante greve

Professores alegam que legislação não prevê descontos por “ato eminentemente coletivo”
Foto : Divulgação





O desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia, Baltazar Miranda Saraiva, rejeitou liminarmente (provisoriamente) o pedido do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia para que proíba a prefeitura de descontar o salário dos professores, enquanto estiverem em greve.

Os docentes alegaram que a “legislação prevê desconto por faltas, conduta individual do funcionário, e não por greve, ato eminentemente coletivo”. Na avaliação da APLB, “o desconto ou suspensão de vencimentos em razão da greve estaria desvirtuando a finalidade da norma, perseguindo-se objetivo por ela não albergado”.

O desembargador entendeu, no entanto, que “não há qualquer notícia ou evidência de descumprimento de obrigação grave pela Poder Público Municipal, que justifique o pagamento dos dias de greve”. Ressaltou, ainda, que a prefeitura não contribuiu para o “movimento paredista, o que impediria a administração pública de efetuar descontos nos proventos dos servidores”.
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas