ELEIÇÕES 2018 @ Pré-candidata à vice de Zé Ronaldo, Mônica Bahia levanta bandeira da saúde e do conservadorismo - Observador Independente

BAHIA

3 de agosto de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ Pré-candidata à vice de Zé Ronaldo, Mônica Bahia levanta bandeira da saúde e do conservadorismo

Crédito da foto / Reprodução Redes Sociais 


O pré-candidato ao governo baiano, Zé Ronaldo, surpreendeu eleitores e toda a imprensa baiana ao anunciar a obstetra Mônica Bahia (PSDB) no posto de pré-candidata à vice-governadora na chapa majoritária. A médica era até então desconhecida, mas engajada em manifestações do Movimento Brasil Livre (MBL). Ela é conhecida por ser engajada na defesa da melhoria da saúde e do conservadorismo.

Formada em medicina no ano de 2001, Mônica fez especialização e começou a trabalhar nas maternidades públicas de Salvador e interiores. Foi nessa atividade que passou a ter contato com os problemas na saúde pública baiana e se engajar na política. Em 2014, passou a integrar a Ordem dos Médicos do Brasil (OMB).

Nos últimos anos, Mônica vem participando ativamente das manifestações de rua promovidas pelo MBL. Ela também foi uma das líderes do Vem Pra Rua e continua engajada em apoio à Operação Lava Jato, ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal. Nas redes sociais, além das críticas contra o ex-presidente Lula e ao PT, ela também já postou mensagens contra o senador Aécio Neves (PSDB) e decisões polêmicas do Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre as bandeiras que ela levanta, a que se destaca é a da melhoria da saúde pública e privada, tanto para pacientes, quanto para os profissionais de saúde. Além disso, ela diz “buscar liberalismo econômico e preservação dos direitos individuais”, além de um Estado mais enxuto. A pré-candidata também já postou fotos em vídeos onde aparece em eventos políticos ligados ao conservadorismo, além de defender o voto impresso e demonstrar certa simpatia ao pré-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

Sua última postagem antes de ser anunciada como pré-candidata foi um artigo do príncipe Luís Philippe de Orleans e Bragança com a seguinte tese: "Uma Constituição deve impor limites ao governo e ao Estado, já que o dono do país é o cidadão. Nossa Constituição atual impõe limites à população, já que o dono do Brasil é o Estado".

Negociações com Zé Ronaldo

Siqueira Costa Jr, coordenador do MBL Bahia, revela que o grupo vinha conversando com os carlistas há alguns dias. “A negociação já vinha correndo durante um tempo entre nós, o PSDB e a chapa de Zé Ronaldo. A gente vê um fortalecimento do nome de Cézar Leite [também filiado ao MBL] e dos movimentos de rua em relação ao que nós lutamos: contra a corrupção e tentamos fazer uma política séria, com cortes de gastos e benefícios políticos. Essa é a nossa bandeira e também é a de Mônica”, explica.

Ele conta que Mônica foi escolhida por ser um dos quadros que mais se destacaram dentro do movimento. “Ela é filiada ao MBL desde janeiro. A função dela é levar a palavra em cima dos trios elétricos, fazer discursos. É uma pessoa que tem uma mentalidade como a nossa, na luta contra a corrupção. Mônica é um ícone dentro do movimento, como Cézar também é e eu sou.”

O ativista revela ainda que uma das principais bandeiras da candidata será a saúde. “Mônica, por ser médica, vem passando por sérios problemas em relação à isso. É um nome que se fortalece na junta médica da qual Mônica faz parte. O nome de Cézar também se fortalece e nós estamos buscando uma terceira via na política”.


bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas