FUTEBOL @ Vitória joga mal e sofre nova goleada, agora contra o Grêmio - Observador Independente

BAHIA

13 de agosto de 2018

FUTEBOL @ Vitória joga mal e sofre nova goleada, agora contra o Grêmio

Foto: Lucas Uebel/Grêmio




O domingo (12) do torcedor do Vitória foi com filme repetido, daqueles que ninguém quer ver de novo. Ontem, o Leão enfrentou o Grêmio, jogou mal e novamente foi goleado por 4x0. De 10 jogos fora de casa, o time só não sofreu gol no 0x0 com o Corinthians. Filme de terror.

O Vitória tinha a chance de, enfim, reagir como visitante. Com um retrospecto negativo longe do seu torcedor, o rubro-negro encarou um tricolor gaúcho reserva, mas sofreu, não conseguiu se impor e levou uma nova derrota, desta vez em Porto Alegre.

O placar começou a ser construído logo no primeiro tempo. Sufocado nos minutos iniciais por um Grêmio ofensivo e de forte marcação, o rubro-negro tomou o primeiro gol com 11 minutos de jogo. Douglas recebeu a bola na pequena área e cabeceou em cima de Ronaldo, que deu o rebote. O meia não desperdiçou, dominou e finalizou rasteiro para abrir o placar.

Com maior intensidade no jogo, o Grêmio conseguiu pressionar, aproveitou que o Leão pecou na marcação e chegou ao segundo apenas nove minutos depois. Aos 20, Douglas roubou a bola no campo de ataque e tocou para Jailson, que girou o corpo e, de fora da área, mandou uma bomba no cantinho do gol de Ronaldo, que não conseguiu defender.

A única chance do Vitória foi já no final, quando Neilton chutou de fora da área, mas Paulo Victor defendeu com segurança.

Na volta do intervalo, o Vitória finalmente mostrou futebol. Logo no primeiro minuto, uma boa chance. Bou tabelou com Neilton, invadiu a área e chutou no canto, mas Paulo Victor fez a defesa.

A animação durou pouco. Após o susto, o Grêmio chegou com perigo duas vezes. Na primeira, Ruan Renato cometeu falta na entrada da área e Jael mandou uma bola venenosa, que passou perto. Depois, foi a vez de Kanu vacilar e dar nova chance aos gremistas, com mais uma falta perigosa. Matheus Henrique cobrou e a bola foi para fora, mas assustou o Ronaldo novamente.

Não demorou e o terceiro veio. Aos 12 minutos, o ex-rubro-negro Marinho tocou para Pepê, que mandou um chute com efeito. A bola ainda desviou em Jeferson e morreu no fundo do gol.

O Vitória até tentou. Chegou com Neilton, Yago e Erick, em duas oportunidades, porém não conseguia finalizar com qualidade, sem ofereceu perigo a Paulo Victor. O gol de honra não estava nem perto de acontecer. Pelo contrário. Foi o tricolor gaúcho que quase ampliou, com boa jogada de Pepê.

A única jogada que fez o jogador do Vitória se orgulhar veio dos pés de Neilton, que após linda jogada individual deixou a bola com Bryan. O lateral mandou uma bomba em direção ao gol, mas Paulo Victor fez uma defesaça.

Antes do apito final, ainda deu tempo de Everton sair do banco e fechar o caixão. Aos 36, o atleta puxou o contra-ataque e passou para Jael. O atacante chutou forte, Ronaldo deu o rebote e Everton, livre, decretou a goleada: 4x0.

No fim das contas, outra derrota. O resultado é pesado para o Vitória. Além de voltar para casa com uma derrota de 4x0, o Leão chega a 36 gols sofridos em 18 jogos desta Série A, sendo 27 como visitante - a média é de dois por jogo.

O Leão encerra o primeiro turno do Brasileirão contra o Palmeiras, domingo (19), às 16h, no Barradão.

Correio24hs
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas