ITABERABA @ Após morte de cabo da PM, suspeitos de liderar tráfico morrem em confronto - Observador Independente

BAHIA

24 de agosto de 2018

ITABERABA @ Após morte de cabo da PM, suspeitos de liderar tráfico morrem em confronto

Crédito da foto // Divulgação/SSP-BA 





Três traficantes morreram em confronto com equipes da Polícia Militar em Itaberaba, na região da Chapada, na noite de quinta-feira (23). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os criminosos Adaílson Oliveira Santos, Alex dos Santos Ferreira e Fernando Sena de Moraes tinham relação com o assassinato do cabo PM Crenildo Freitas Macêdo - morto em serviço pouco antes.

O militar chegou a ser socorrido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos. 

Segundo nota da SSP, a ocorrência começou no bairro Oriente, quando equipes da Cipe Chapada cercaram o traficante Adaílson. Ele não obedeceu a determinação de parada e atirou. O criminoso acabou sendo baleado e não resistiu. Com ele foram apreendidos arma, munições e colete balístico.

FACÇÃO - As diligências continuaram no bairro, com apoio do 11° BPM e da Rondesp Chapada atrás de Alex e Fernando. 

A dupla liderava uma facção, no município, que, na última terça-feira, foi alvo de uma megaoperação com 21 presos. Eles se esconderam em um imóvel e morreram durante confronto. Unidades territoriais e especializadas da região continuam em busca de outros integrantes da quadrilha. Armas, drogas e uma motocicleta roubada também foram encontradas.

Participaram da ação equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Chapada, do 11° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Itaberaba) e das Rondas Especiais (Rondesp) Chapada.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas