JUAZEIRO @ CARAVANA DA SAÚDE MAIS DE 200 MORADORES DA COMUNIDADE DE CONCHAS NO DISTRITO DE MANIÇOBA - Observador Independente

JUAZEIRO @ CARAVANA DA SAÚDE MAIS DE 200 MORADORES DA COMUNIDADE DE CONCHAS NO DISTRITO DE MANIÇOBA

Compartilhar
Crédito da foto // Débora Sousa/ SESAU / PMJ



Os moradores do bairro João XXIII receberam ontem quarta-feira (21), na Unidade Básica de Saúde, a 131º edição da Caravana da Saúde. Ao todo, 226 pacientes tiveram atendimento médico especializado com realização de exames. Dentre as especialidades estavam ortopedia, cardiologia, ginecologia, odontologia, eletrocardiograma e exames laboratoriais. Os moradores puderam ainda realizar atualização do Bolsa Família através do Estação Cidadania da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade

A dona de casa Jane Lopes de Almeida falou sobre a importância do programa Caravana da Saúde. “Sem esse programa era muito demorado. Agora, entregamos a guia no postinho e a agente de saúde passa avisando de casa em casa o dia da caravana. Hoje eu fiz exame de sangue, passei na ginecologista, minha filha e minha neta passaram pelo dentista e aproveitei também para atualizar o cadastro do Bolsa Família. Estão todos de parabéns”, pontuou.

Os atendimentos da caravana acontecem mediante necessidade de cada localidade e a partir dessa análise é realizado um cronograma mensal com os bairros que mais demandas têm. A característica da caravana da saúde é diminuir o quantitativo de demanda. “Eu vim fazer exames laboratoriais e achei muito bom o atendimento, os profissionais são simpáticos, atendem bem e espero que voltem mais vezes aqui para o bairro, coisas boas como esta devem sempre vir”, pontuou Marlene Ares de Souza que participou da caravana pela primeira vez.

A cardiologista e vice-prefeita Dulce Ribeiro que acompanha a Caravana da Saúde realiza semanalmente as consultas na área de sua especialização, relata o que tem encontrado nas rotinas de atendimentos e como os pacientes podem melhorar as condições de vida.

“Tenho encontrado muitos casos que poderiam ter sido evitados se o cliente tivesse buscado atendimento anterior como hipertensão e diabetes. A falta de alimentação saudável, prática de atividades físicas e acompanhamento regular com um profissional facilitam ao nosso corpo desenvolver enfermidades. Estamos trabalhando com o objetivo de conscientizar a população trazendo cada vez mais para as unidades de saúde que são a porta de entrada para o atendimento da população”, finaliza.


Débora Sousa/ SESAU

Post Bottom Ad

VivaABahia