JUAZEIRO @ REPRESENTANTES DO CONSELHO MUNICIPAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA VISITAM OBRA DO PARQUE FLUVIAL E APROVAM ACESSIBILIDADE - Observador Independente

BAHIA

17 de agosto de 2018

JUAZEIRO @ REPRESENTANTES DO CONSELHO MUNICIPAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA VISITAM OBRA DO PARQUE FLUVIAL E APROVAM ACESSIBILIDADE

Crédito da foto // Gardennia Garibalde/SEDUR




O titular da secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR) Hemerson Guimarães, juntamente com o arquiteto Simon Mendes, acompanhou nesta quinta-feira (16) a visita dos representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência à obra do Parque Fluvial. A visita da equipe teve como objetivo avaliar as intervenções de promoção a acessibilidade das pessoas com deficiência.

Emanuela Mariano, atual presidente do Conselho, acompanhou toda a visita e explicou que o interesse do Conselho na visita é garantir o direito de acessibilidade a todos os portadores de deficiência. 

“A Prefeitura de Juazeiro está de parabéns por garantir a acessibilidade a todos no Parque Fluvial. Antes era complicado o cadeirante ter acesso às barquinhas, hoje temos piso táctil, temos rampas sendo adequadas, e espaço para dois cadeirantes no percurso da ciclovia. Está claro que a gestão municipal teve a preocupação em promover a acessibilidade que nos é garantida por lei”, enfatizou Emanuela Mariano.

Para Josewilson Souza vice-presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e membro do Conselho Estadual, a visita representa uma oportunidade dada pela gestão municipal ao Conselho para melhorar a implementação da política de acessibilidade no município. 

“As intervenções de acessibilidade que verificamos no Parque Fluvial só nos confirmam o olhar diferenciado da gestão do prefeito Paulo Bomfim para a política de acessibilidade. Dá a nós, pessoas com deficiência, o direito de estarmos em todos os lugares, de acessar todos os espaços, através de intervenções de acessibilidade como as que vemos aqui no Parque Fluvial”, destacou.

De acordo com o titular da SEDUR Hemerson Guimarães, entre as adequações que o projeto prevê para a estrutura já existente com o objetivo de promover acessibilidade estão: a execução de uma estrutura metálica e piso táctil na rampa de acesso ao terminal hidroviário, com o objetivo de diminuir o declive e assim permitir que as pessoas com deficiência tenham acesso ao terminal e ao Parque.

“Todas as estruturas de escadas e rampas existentes serão mantidas, passando por reforma e algumas adequações serão feitas para promover acessibilidade em todo o equipamento, tudo isso tomando como base a NBR 9050 que estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados quanto ao projeto, construção, instalação e adaptação do meio urbano e rural, e de edificações às condições de acessibilidade”, explica o secretário Hemerson Guimarães, acrescentando que atualmente estão em andamento “a execução do piso intertravado da área de convivência do terminal hidroviário e a confecção das estruturas metálicas das rampas e escadas”.

Parque Fluvial – A obra do Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. 

A intervenção iniciada em novembro de 2017 até o momento já executou a implantação de academias da saúde, parques infantis, 98% da extensão da pista de Cooper, ciclovia em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia. 

Ainda vai executar estruturação e ordenamento do mirante e criação de um atracadouro náutico e reaproveitamento da cobertura do espaço onde estão localizados os bares do M para a criação de um terminal hidroviário. 

As barracas que ficavam próximas a Marinha, já foram retiradas da margem do rio por questões ambientais e serão ordenadas e padronizadas na área da calçada que será ampliada, em resumo Juazeiro terá uma nova área de lazer, um novo cartão postal para suas famílias.


Gardennia Garibalde/SEDUR
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas