PETROLINA @ AGRICULTORES RECEBERÃO PARCELAS ATRASADAS DO GARANTIA -SAFRA - Observador Independente

BAHIA

15 de agosto de 2018

PETROLINA @ AGRICULTORES RECEBERÃO PARCELAS ATRASADAS DO GARANTIA -SAFRA

Crédito da foto / Ascom // PMP    




Uma boa notícia aos 147 agricultores familiares de Petrolina que estavam sem receber o Garantia- Safra relativo ao período 2016/2017: a prefeitura informa que as parcelas do seguro, que estavam em atraso devido a um problema cadastral, serão liberadas a partir do dia 20 de agosto, conforme portaria do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O pagamento do benefício será feito através da Caixa Econômica Federal ou correspondente bancário. 21 agricultores receberão o valor de R$ 1. 700 (o que compreende a safra de 2016/2017) e os outros 126 agricultores vão receber R$ 850 referentes à safra de 2017. O Garantia-Safra é uma ação voltada para agricultores familiares que se encontram em municípios sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama, o pagamento só está sendo feito após muita cobrança junto ao (MDA). "A gestão municipal está atenta e tem trabalhado de forma a atender todos os agricultores, solucionando o mais breve possível os problemas cadastrais junto ao Ministério", disse o secretário.

Em Petrolina, o Garantia-Safra é operacionalizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, por meio de várias ações. Entre elas estão o recebimento de inscrições, a emissão dos laudos técnicos de verificação do plantio e de casos onde há perdas. Além disso, a secretaria apoia a divulgação do programa.

Para outras informações, os agricultores devem se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Agrário que fica localizada, na Avenida Honorato Viana, 980 "A", bairro Gercino Coelho (próximo a UPA). 


Ascom Prefeitura de Petrolina
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas