SALVADOR @ Festejos a São Roque acontecem nesta quinta-feira no bairro da Federação; confira programação - Observador Independente

BAHIA

16 de agosto de 2018

SALVADOR @ Festejos a São Roque acontecem nesta quinta-feira no bairro da Federação; confira programação

Fiéis comemoram São Roque em Salvador (Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia)




Santo é conhecido como o protetor contra doenças e pragas. Tema da festa deste ano é 'Iluminados pelo testemunho de São Roque, sejamos sal da terra e luz do mundo'.

Os festejos a São Roque começaram por volta das 5h desta quinta-feira (16), na Igreja São Lázaro e São Roque, localizada no bairro da Federação, em Salvador. A festa do santo católico, conhecido como o protetor contra doenças e pragas, tem como tema, este ano, "Iluminados pelo testemunho de São Roque, sejamos sal da terra e luz do mundo".

O dia festivo teve início com uma alvorada. Devotos se reuniram na primeira missa que ocorreu às 5h30. Quem perdeu a primeira celebração ainda pode conferir outras missas que serão às 7h, 9h e 11h.

Já às 14h acontecerá a recitação do terço. A missa festiva terá início às 15h30 e será presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.

Logo após a Celebração Eucarística acontecerá uma procissão, que seguirá até o Cemitério Campo Santo e retornará para a igreja, onde haverá a bênção com o Santíssimo Sacramento, encerrando as homenagens ao santo.

Sincretismo religioso
No Candomblé, São Roque é representado por Obaluaê, ou Omolu e no momento da festa pessoas tomam banho de pipoca (Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia)


No Candomblé, São Roque é representado por Obaluaê, ou Omolu, orixá responsável tanto pela cura, quanto pela disseminação de doenças infecto-contagiosas.

Nos rituais do Candomblé, os fiéis de Obaluaê recebem os tradicionais banhos de pipoca, preparada sem sal e com pedaços de coco, além dos banhos com ervas e alfazema e o uso da Pemba de Oxalá, pó branco feito a partir de raízes.

De acordo com pais de santo, o banho de pipoca é para retirar as impurezas das pessoas e atrair a positividade. O banho com alfazemas representa Yemanjá, rainha das águas e mãe de Obaluaê. Já a Pemba de Oxalá serve para "fechar o corpo".

Além da pipoca, as pessoas comem o mungunzá, uma espécie de mingau feito com grãos de milhos cozidos inteiros, durante toda a festa, também em homenagem ao orixá.

História

Igreja de São Roque, em Salvador (Foto: Reprodução/ TV Bahia)


Padroeiro dos inválidos na religião católica, São Roque nasceu na França, no ano de 1295, uma época em que a Europa vivia um momento das mais variadas epidemias, decorrentes das más condições de saneamento básico da época.

E foi neste cenário que São Roque, de acordo com as crenças católicas, começou a curar doentes de todo o continente, afastando as pestes por onde passava. A Igreja de São Lázaro, construída no século XVIII, é templo religioso de São Roque e São Lázaro. A festa de São Lázaro é realizada no dia 11 de fevereiro.

Durante todo o dia fiéis passarão pela igreja para prestar devoção ao santo das enfermidades. Além de padroeiro dos enfermos, São Roque também é o santo padroeiro dos médicos cirurgiões e protetor dos gados.



g1/bahia
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas