SALVADOR @ Jovem é presa na Bahia após morder mão de PM para impedir prisão do marido, diz SSP - Observador Independente

BAHIA

17 de agosto de 2018

SALVADOR @ Jovem é presa na Bahia após morder mão de PM para impedir prisão do marido, diz SSP

Material apreendido com o marido de Jamile (Foto - SSP/ Divulgação)





Caso ocorreu na quinta-feira (16), no bairro de Fazenda Coutos III, no subúrbio de Salvador. Segundo secretaria, suspeita também chamou os militares de macacos.

Uma jovem foi presa no bairro de Fazenda Coutos III, no subúrbio de Salvador, após morder a mão de um policial e cometer um ato racista contra PMs da 19ª CIPM (Paripe), na quinta-feira (16), segundo informou a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

De acordo com a SSP, a mulher, identificada como Jamile Guimarães dos Santos, 19 anos, tentou impedir a prisão do marido, que é suspeito de tráfico de drogas na região e também acabou capturado pela polícia.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública, o caso ocorreu quando equipes da 19ª CIPM faziam ronda no bairro e perceberam um grupo de homens comercializando drogas.

Com a aproximação das viaturas, alguns criminosos correram mas Lucas Araújo da Silva, 27 anos, acabou alcançado. A SSP informou que, com o suspeito, foram encontrados 25 tabletes pequenos de maconha, 15 pedras de crack, entre outros materiais.

Ao perceber que o marido havia sido capturado, Jamile mordeu a mão de um militar, chamou os PMs de macacos e xingou os agentes. Ela e o marido foram levados para a 5ª Delegacia, em Periperi.

O PM mordido foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Periperi, onde foi medicado e liberado. O site tentou localizar a defesa dos suspeitos, mas, até a publicação desta reportagem, não conseguiu.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas