SALVADOR @ Ministério da Saúde libera mais de R$ 3 milhões para Hospital da Ufba - Observador Independente

BAHIA

26 de agosto de 2018

SALVADOR @ Ministério da Saúde libera mais de R$ 3 milhões para Hospital da Ufba

47 hospitais universitários de todo o Brasil receberão o benefício
(Foto: reprodução/Google Street View)




O Ministério da Saúde destinou R$ 131,2 milhões a hospitais universitários por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais. O valor será direcionado a 47 hospitais em 22 estados e no Distrito Federal. A portaria com a previsão dos recursos está publicada na edição de quinta-feira (23) do Diário Oficial da União.

A portaria define que o Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para descentralização orçamentária, no valor descrito. Os recursos financeiros correspondentes serão liberados mediante a comprovação da liquidação dos empenhos emitidos à conta dos créditos descentralizados, de forma a não comprometer o fluxo de caixa do Fundo Nacional de Saúde.

Em Salvador, dois hospitais da Universidade Federal da Bahia (Ufba) receberam investimentos do Ministério. O Hospital Universitário Prof. Edgard Santos recebeu R$ 3.477.008,06 e a Maternidade Climério de Oliveira recebeu R$ 125.000,00.

Os valores direcionados ao Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais podem ser usados na aquisição de equipamentos, construção, reformas, compras de materiais médico-hospitalares e medicamentos, entre outras ações, conforme a necessidade e planejamento da instituição.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas