SALVADOR @ Reitor alerta para risco de 'ações limitadas' na Ufba pelo baixo orçamento - Observador Independente

BAHIA

24 de agosto de 2018

SALVADOR @ Reitor alerta para risco de 'ações limitadas' na Ufba pelo baixo orçamento

“Todas as políticas que falam em fim da gratuidade no fundo têm um laivo conversador e bastante elitista”, afirma João Carlos Salles sobre cobrança de mensalidades
Foto : Alexandre Galvão/Metropress




O reitor da Universidade Federal da Bahia, João Carlos Salles, alertou, em entrevista à Rádio Metrópole, para o risco de as instituições de ensino superior terem ações “limitadas” nos próximos meses.

Segundo o docente, o orçamento aprovado para este ano na Ufba foi o mesmo do anterior, “que já era pouco e sem levar em conta a inflação”. “O orçamento está justo, curto, mas a depender do cenário isso pode ser contingenciado, o que pode limitar as ações da universidade. Temo por enfrentar uma pauta complicada. Acho que tem um projeto que pensa em reduzir a universidade a funções mais restritas […] A gente vai ter que resistir a isso”, pontuou.

O reitor também se manifestou contra o fim da gratuidade nas unidades, ao ressaltar que os estudantes ensino superior não podem ser tratados como clientes. “Ele é um cidadão. Universidade pública forma cidadãos, não consumidores, clientes, que vão ter um diploma”, salientou.

“Todas as políticas que falam em fim da gratuidade no fundo têm um laivo conversador e bastante elitista. A gente tem que admitir isso. A universidade é um lugar refinado, de qualidade, de produção de elite, mas não pode ser um lugar de privilegiados. Se é um lugar privilegiado, ela combate privilégios porque tenta diminuir a desigualdade, oferece condições, forma pessoas para se tornarem elites da nossa sociedade”, afirmou.

O docente também defendeu as cotas que, na visão dele, “são uma grande política social”. “É um empreendimento de Estado. Não podem ficar à míngua os estudantes que têm acesso à universidade. Tem que ter todo um amparo para ter as melhores condições. Isso dá a cor específica da universidade pública. Acho que, neste caso, cumpre sua função social”, salientou.



metro1

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas