SALVADOR @ Requalificação traz de volta paralelepípedos e trilhos de bondes da tradicional Rua Chile - Observador Independente

BAHIA

31 de agosto de 2018

SALVADOR @ Requalificação traz de volta paralelepípedos e trilhos de bondes da tradicional Rua Chile

Crédito da Foto: Divulgação




A Rua Chile, tradicional vna capital baiana, passa por obras que integram o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, desenvolvido pelo Governo do Estado. Está prevista a requalificação de 330 metros da via. Entre as mudanças, a substituição do asfalto por paralelepípedo e a exposição dos trilhos dos antigos bondes que percorriam no local.

Para realizar as intervenções, na região considerada Patrimônio da Humanidade e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), uma equipe de arqueólogos acompanha as escavações e treina os operários para que identifiquem fragmentos arqueológicos do período de fundação da via, ocorrida em 1549.

O projeto de revitalização inclui reformas de infraestrutura urbana com melhorias na acessibilidade, nova pavimentação em paralelepípedo e rebaixamento da fiação aérea. O superintendente de planejamento da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder), Milton Melo, ressalta que a proposta é devolver as características originais da Rua Chile.
Foto: Divulgação / Fernando Vivas

“Por ser uma rua emblemática para Salvador, o interesse é justamente trazer para esta rua todo o aspecto de vida que ela tinha antes. Para isso, nossa obra contará com alargamento das calçadas com acessibilidade, retorno do piso em paralelepípedo e também iremos manter os trilhos do bonde no local original. Iremos promover ainda a limpeza visual, já que os emaranhados de fios deixarão de existir neste trecho”, explica Melo.

Segundo o arqueólogo Cláudio Silva, na Rua Chile ficou localizado o portão de entrada da então ‘Fortaleza de Salvador’. 
Iniciamos o trabalho de escavação e as camadas do solo vão contando a história da cidade desde a sua fundação. A gente está buscando essa história a partir dos extratos das camadas que foram se sobrepondo ao longo do tempo. Essa área tem uma importância grande pela historiografia porque é considerada a entrada da cidade. A nossa expectativa é encontrar vestígios que confirmem o fato de que nesta área ficou o portão de entrada de Salvador,
 explica.

Ainda de acordo com Milton Melo, a iluminação pública também será modificada com a instalação de luminárias de lâmpadas de LED. A realização do serviço está dividida em lotes para diminuir o impacto das obras na rotina de quem passa pelo local. “A ideia é que a obra flua de forma organizada, sem alterar o movimento, o comércio e os hotéis que já existem aqui”.

As obras na Rua Chile fazem parte do lote 2 do projeto ‘Pelas Ruas’, que compreende, além de 18 ruas do Centro Histórico, os bairros do Dois de Julho, Nazaré e Politeama. Ao todo, o projeto conta com investimento de R$ 124 milhões e deve requalificar mais de 280 ruas do Centro Antigo de Salvador.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas