SALVADOR @ Suspeito de matar assessor da Prodeb tem prisão decretada - Observador Independente

BAHIA

20 de agosto de 2018

SALVADOR @ Suspeito de matar assessor da Prodeb tem prisão decretada

Polícia está a procura de suspeito confesso da morte de assessor em Salvador
Crédito da foto // TV Bahia




O jovem suspeito de matar o assessor Michel Batista de Sá, de 35 anos, em Salvador, teve prisão temporária decretada pela Justiça, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (20) pela Polícia Civil. Identificado como Gabriel Bispo dos Santos, de 22 anos, o suspeito é considerado foragido.

De acordo com o advogado do suspeito, Hudson Dantas, Gabriel Bispo confessou o crime e disse que vai se entregar. O jovem deveria se apresentar à polícia, na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), nesta segunda, mas não compareceu à unidade.

O corpo da vítima foi encontrado na sexta-feira (17), perto de um shopping da capital baiana, na Avenida Paralela. O crime ocorreu durante a negociação da venda de um carro, que pertencia a Michel. O veículo seria vendido por R$ 73 mil. O automóvel sumiu depois do assassinato e só apareceu no sábado (18).

De acordo com a polícia, o suspeito tinha interesse em comprar o carro, que foi anunciado em um site de vendas, e negociou com Michel, mas a transação não foi finalizada. O motivo seria uma suposta transferência feita pelo jovem que não caiu na conta de Michel.

Os familiares da vítima dizem que o suspeito fingiu ter caído em um golpe para enganar Michel, durante a negociação. No entanto, o advogado de Gabriel diz que o cliente foi enganado por um terceiro homem, que se passou por primo da vítima e deu uma conta, na qual o depósito foi feito.
Vítima foi encontrada morta atrás de shopping em Salvador (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


O suspeito e Michel se encontraram em um shopping da capital baiana, na quinta-feira (16). De acordo com o advogado Hudson Dantas, o cliente depositou R$ 60 mil na conta dada pelo homem e, ao mostrar o comprovante do depósito a Michel, a vítima contou que não sabia de quem era a conta.

Segundo o advogado, depois disso, eles saíram shopping e seguiram em direção a uma delegacia, no carro de Michel. No entanto, no meio do caminho, os dois tiveram uma discussão e, conforme o advogado, Gabriel matou a vítima. Os detalhes sobre o crime não foram divulgados.

"Ele não disse de quem era a arma e nem como aconteceu. Gabriel ficou de falar quando se apresentasse para a polícia", contou o advogado Hudson Dantas.

O caso está segue em investigação. Michel era assessor da Diretoria de Relacionamento e Atendimento da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb). Ele deixou viúva e um filho de 9 meses.


g1bahia

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.
VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas