SANTO ANTº DE JESUS @ Na praça, DIA NACIONAL DA REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR - Observador Independente

BAHIA

18 de agosto de 2018

SANTO ANTº DE JESUS @ Na praça, DIA NACIONAL DA REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR

Crédito da foto // Noedson Ney // Redação SAJ / Divulgação




A parada cardíaca é um evento súbito e imprevisível. Pode acontecer a qualquer momento, com qualquer pessoa e em qualquer lugar. Grande parte das paradas ocorre fora do ambiente hospitalar, principalmente. 

Cerca de 90% das vítimas de parada cardíaca morrem antes de chegar ao hospital. 

Segundo o coordenador do evento, 
Crédito da foto // Noedson Ney // Redação SAJ / Divulgação

Nós podemos mudar esse quadro! Uma reanimação cardiopulmonar imediata pode dobrar, ou mesmo triplicar, as chances da vítima sobreviver. As estatísticas mostram que QUANTO MAIS PESSOAS SOUBEREM a reanimação cardiopulmonar, MAIS VIDAS SERÃO SALVAS.
Baseado nessa importância e necessidade de propagação desses conhecimentos para toda a população, nasceu o Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar. O evento surgiu da aliança de Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência de vários estados, incluindo hoje diversas Ligas Acadêmicas da Área da Saúde (Clínica Médica, Emergências Clínicas, Cardiologia, Medicina Intensiva, Neurologia…). 
Crédito da foto // Noedson Ney // Redação SAJ / Divulgação

Em Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, estão acontecendo na manhã deste sábado, 18, na Praça Pe Mateus, centro, a apresentação deste projeto, sob a coordenação da Liga Acadêmica de Atenção Primária e Primeiros Socorros, com apoio da UFRB-Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, que disponibilizou alunos da área de saúde para a apresentação, do Hospital Incar e URMEC. 

É um evento social, sem fins lucrativos, de mobilização nacional acerca do tema e acontece em todos os estados. 
Crédito da foto // Noedson Ney // Redação SAJ / Divulgação

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas