VITÓRIA DA CONQUISTA @ Detento é linchado durante confusão em presídio; três agressores são identificados - Observador Independente

BAHIA

23 de agosto de 2018

VITÓRIA DA CONQUISTA @ Detento é linchado durante confusão em presídio; três agressores são identificados

Detento foi linchado dentro de presídio; trio suspeito foi conduzido à delegacia (Foto: Secom)



Um detento foi linchado dentro do presídio de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, na tarde de quarta-feira (22). Ele foi identificado como Erasmo Cardoso Santos, 42 anos e respondia por roubo.

A polícia não soube informar como começaram as agressões a Erasmo, nem a motivação. Ele foi espancado e pisoteado. Erasmo chegou a ser socorrido, mas não resitiu aos ferimentos. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que a Polícia Militar foi acionada quando os Monitores de Ressocialização perceberam a ação.

No momento da confusão em que a vítima foi linchada, a Polícia Militar chegou a ser acionada para evitar um princípio de rebelião no presídio. No entanto, quando os militares chegaram, Erasmo já estava bastante ferido.

De acordo com a polícia, outros três detentos envolvidos foram identificados a partir de imagens das câmeras de segurança da unidade.

João Vitor Vieira Lima, Felipe Barbosa da Silva e Luciano Silva Moura foram conduzidos pelos militares à delegacia. Segundo a Seap, eles foram detidos em flagrante e vão responder por homicídio.

O corpo de Erasmo foi levado para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Ainda não há informações sobre sepultamento.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas