BAHIA: Tribunal Justiça investe R$ 39 mil em kits de clareamento dental para servidores - Observador Independente

BAHIA

5 de septiembre de 2018

BAHIA: Tribunal Justiça investe R$ 39 mil em kits de clareamento dental para servidores

Operação da PF investiga vazamento de informações sob sigilo no Tribunal de Justiça da Bahia (Foto: Mauro Anchieta/TV Bahia)


O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) investiu R$ 39 mil na aquisição de kits de clareamento dentário para servidores do órgão, no mês de agosto deste ano. Confiorme o TJ, o material foi comprado para ser oferecido aos mais de 8 mil servidores e juízes de Salvador e cidades do interior.


Conforme o Tribunal de Justiça, a aquisição dos materiais odontológicos foi feita em razão do levantamento prévio das necessidades dos funcionários feito pelo núcleo de Planejamento Estratégico da Coordenação de Assistência Odontológica. De acordo com o órgão, o servidor que tiver interesse paga R$ 129 para ter o kit. De acordo com o TJ, os magistrados e servidores precisam estar cadastrados na Coordenação de Recursos Humanos e no sistema de marcação de consultas do Centro Odontológico. Os funcionários têm a opção de colocar dependentes nos planos, cônjuges e filhos de até 24 anos.

O TJ informou que o lote total da licitação foi de R$ 241 mil. Mais de quatro mil tubos de pastas de dentes foram comprados por R$ 15,3 mil. Foram licitadas a compra de 3 mil escovas dentais para adultos, 1,5 mil para crianças, mil unidades de fio dental, flúor e antisséptico, além de produtos para o funcionamento de unidade odontológica, como brocas, kits cirúrgicos e resinas.

Segundo o Tribunal de Justiça, o Centro Odontológico oferece os serviços de especialidades de clínica geral, como restaurações, pequenas cirurgias, tratamento endodôntico até pré-molares e clareamento dental. O T J-BA informou que não oferece nenhum outro serviço de saúde e atendimento aos servidores, além da assistência odontológica dada pelo órgão. Os servidores e magistrados têm plano de saúde, com desconto na folha de pagamento. Os procedimentos de clareamento dental não são cobertos pelo plano por serem considerados estéticos.

G1
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas