EDUCAÇÃO @ Celebrado neste sábado (8), Dia Internacional da Alfabetização 2018 - Observador Independente

BAHIA

8 de septiembre de 2018

EDUCAÇÃO @ Celebrado neste sábado (8), Dia Internacional da Alfabetização 2018

Crédito da foto / Inpe / Divulgação   



Segundo a UNESCO, tema reflete sobre impactos das inovações tecnológicas no aprendizado.


Neste sábado, 08 de setembro, a educação é destaque no mundo inteiro devido ao Dia Internacional da Alfabetização, instituído em 1966, durante a 14ª Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). 

Celebrada há 51 anos, a data tem como tema deste ano a “Alfabetização e desenvolvimento de habilidades”, com destaque para o impacto das constantes inovações tecnológicas no processo de aprendizagem.

De acordo com a Unesco, as aptidões tradicionais de letramento (alfabetização) e numeramento (educação matemática) são insuficientes no cenário de transformações intensas. “Acessar a aprendizagem ao longo da vida, aproveitar as vias entre diferentes formas de formação e se beneficiar de mais oportunidades para mobilidade tornou-se, portanto, indispensável”, destaca a organização.

 Simultaneamente, ressalta que trata-se de um desafio preparar jovens e adultos para empregos que passam a demandar novas habilidades ligadas inclusive às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

Os números relativos à alfabetização mundial chamam a atenção e geram reflexões sobre a comemoração da data em todo o mundo. Atualmente, são mais de 750 milhões de jovens e adultos sem saber ler e escrever. Mulheres correspondem a 505 milhões do total. Já entre crianças e adolescentes, 617 milhões não desenvolveram aptidões mínimas e mais de 260 milhões não possuem matrícula em instituições de ensino.

Ideb e a alfabetização

Na última segunda-feira, 03 de setembro, mesma semana da comemoração do Dia Internacional da Alfabetização, os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foram divulgados. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 71,5% das escolas (131,6 mil) oferecem alguma etapa do ensino fundamental.

Os anos iniciais do ensino fundamental são ofertados por 115,4 mil escolas e têm 15,5 milhões de alunos. Nesta etapa, o Ideb alcançou 5,8 pontos – um total de 0,3 acima da meta estipulada. Apenas o Amapá, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul não obtiveram a nota necessária.

Já nos anos finais, são 12 milhões de matrículas. No Ideb, foram alcançados 4,7 pontos em 2017. Apesar de 23 unidades federativas melhorarem o desempenho, apenas sete cumpriram a meta: Rondônia, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Mato Grosso e Goiás.

O ensino médio é oferecido em 28,6 mil escolas no Brasil, com 89,7% localizadas na zona urbana e 10,3% na zona rural. Ao todo, foram realizadas 7,9 milhões de matrículas, com 77,4% no período diurno (matutino e vespertino). Nesta etapa da educação básica, o Ideb cresceu 0,1 ponto e alcançou 3,8 pontos em 2017. O número ficou distante da meta estipulada (4,7) para o respectivo ano.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas