ELEIÇÕES 2018 @ Bolsonaro tem 26%; Ciro e Haddad, 13%, diz Datafolha - Observador Independente

BAHIA

15 de septiembre de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ Bolsonaro tem 26%; Ciro e Haddad, 13%, diz Datafolha

Apesar de líder na intenção de votos, candidato do PSL segue como líder na rejeição; índice oscilou de 43% para 44% / Foto : Divulgação / Rede TV




Fora das ruas, depois de sofrer um atentado, o deputado Jair Bolsonara (PSL) segue na liderança da corrida presidencial com 26% dos votos, segundo pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (14). 

Na semana em que foi oficializado candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad viu sua intenção de voto subir de 9% para 13%. Está empatado numericamente com Ciro Gomes (PDT), que manteve a pontuação, e na margem de erro também com Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 10% para 9%.

Em curva descendente está Marina Silva (Rede), que caiu de 11% para 8% e hoje tem metade das intenções de votos que tinha quando teve o nome registrado em agosto.

O levantamento foi feito entre quinta (13) e sexta (14) e ouviu 2.820 eleitores em 187 cidades, com uma margem de erro de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela Folha e pela Rede Globo.

Rejeição - Apesar de líder na intenção de votos, Bolsonaro segue como líder na rejeição. O índice oscilou e 43% para 44%. Haddad, por sua vez, teve alta na recusa: passou de 22% para 26%, à frente de Alckmin (25%). Dos principais concorrentes, Marina oscilou de 29% para 30% e Ciro, de 20% para 21%.

Segundo turno - Apesar de manter a alta rejeição, Bolsonaro teve discreta melhora no desempenho de segundo turno. Ele empatou no limite da margem de erro com Alckmin (41% a 37% para o tucano) e empata tecnicamente com Haddad (41% a 40%). Segue atrás de Ciro e Marina.

O nível de confiança do estado é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR 05596/2018.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas