FEIRA DE SANTANA @ Cinco acusados de matar pai de santo na Bahia por disputa de clientes são condenados a 12 anos de prisão - Observador Independente

BAHIA

26 de septiembre de 2018

FEIRA DE SANTANA @ Cinco acusados de matar pai de santo na Bahia por disputa de clientes são condenados a 12 anos de prisão

Cinco acusados de matar pai de santo na Bahia por disputa de clientes são condenados a 12 anos de prisão — Foto: Reprodução/TV Subaé



Cinco homens acusados de envolvimento no assassinato de um pai de santo, em março de 2017, em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, foram condenados a 12 anos de prisão em regime fechado. O julgamento ocorreu, na noite de terça-feira (25), no Fórum Filinto Bastos, na cidade. O julgamento teve início por volta das 9h30 e só terminou meia-noite.

O crime aconteceu no distrito de Tiquaruçu, e teria sido cometido pelo cinco condenados a mando de outro pai de santo, identificado como Thomaz Alves. Segundo os acusados, Renildo Gonçalves de Jesus foi morto porque Thomaz estava perdendo clientes para ele. A versão foi confirmada pela promotoria durante o julgamento.

Os cinco condenados foram Antônio Marcos dos Santos Lima, Bernardo Simões das Virgens, Charlon Gabriel da Nóbrega Coelho, Tiago de Freitas Coutinho e Lázaro Jonas da Cruz Neto. O mandante do crime, que também chegou a ser preso na época das investigações, morreu de câncer em outubro de 2017.

Cinco acusados de matar pai de santo na Bahia por disputa de clientes são condenados a 12 anos de prisão — Foto: Reprodução/TV Subaé


A polícia não detalhou que tipo de câncer ele tinha, nem se morreu enquanto estava preso na cadeia. Até o dia do julgamento, os suspeitos estavam presos no Presídio Regional de Feira de Santana.

A nora da vítima, Alessandra Bispo, disse que os acusados procuraram por Renildo Gonçalves durante vários dias antes do assassinato. “Ele foi morto na frente da família. Do filho dele, o caçula. Ele foi procurado pelas pessoas que executaram ele várias vezes na semana, até que [os acusados] acharam e fizeram o acontecido”, disse ela.

Caso

Três dos suspeitos de serem os executores do crime na cidade de Feira de Santana. 
Foto: Ed Santos/Site Acorda Cidade


A vítima foi atacada a tiros na frente do filho e da ex-mulher, na porta da casa onde morava, no dia 14 de março de 2017. Na época, quatro pessoas foram presas pelo envolvimento no crime, incluindo o mandante, Thomaz Alves. Durante as investigações, a polícia identificou outros dois suspeitos.

Segundo as investigações, os executores atiraram no pai de santo e, em seguida, fugiram do local do crime. A vítima chegou a ser socorrida e levada para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Em depoimento, os homens confessaram o crime e apontaram o pai de santo Thomaz Alves como mandante do assassinato. Ele foi detido no dia 21 de julho, mas negava o crime.




g1bahia

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas