FEIRA DE SANTANA @ Frequentadores da praia de Cabuçu reclamam de estrada; obras de recuperação devem ser concluídas até o final do ano - Observador Independente

BAHIA

10 de septiembre de 2018

FEIRA DE SANTANA @ Frequentadores da praia de Cabuçu reclamam de estrada; obras de recuperação devem ser concluídas até o final do ano


Foto: Enviada via Whatsapp




Destino certo e perto de muitos feirenses, a praia de Cabuçu ainda é alvo de constantes reclamações dos frequentadores. Sem dúvida a principal delas é a estrada que dá acesso ao local. O Governo do Estado já iniciou a obra de recuperação, mas o recapeamento completo está previsto para concluir até o final do ano. Até lá os motoristas exercitam a paciência ou evitam, quando podem, pegar a “Estrada de Cabuçu”.

A restauração contemplará 27 quilômetros de extensão na BA-878, que liga o entroncamento da BR-420 ao distrito de Bom Jesus dos Pobres, em Saubara.



Ao Acorda Cidade a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) informou que, por conta da chuva, a obra foi temporariamente interrompida, e que 35% dela já foi executada. “Atualmente, os serviços estão sendo realizados na BR-420 em direção a Cabuçu. A obra foi paralisada devido às chuvas na região e será retomada assim que melhorar as condições climáticas”, informou a Seinfra.

As fotos a seguir foram enviadas por internautas: 



“Parece que fica cada dia pior. A gente nem consegue desviar dos buracos porque cai em outros. Dá vontade de desistir no meio do caminho”, reclamou um ouvinte.

Outro frequentador disse que a buraqueira começa a partir do distrito de Acupe, em Santo Amaro. Outro relatou que os tapa-buracos não estão revolvendo por conta da chuva. “Tenho amigos que não vão mais a Cabuçu por causa da estrada. É prejuízo”, afirmou.

“Só tem uma pequena parte asfaltada que é próximo a Santo Amaro. Logo depois de uma fábrica de papel tem um entroncamento. A parte asfaltada dá em torno de quatro quilômetros. Depois só buraco. Um trajeto de até 20 minutos estamos fazendo em uma hora e meia a duas horas de carro”, reclamou um morador.

Além da estrada, ainda continua o problema com o lixo e do esgoto despejado na água sem nenhum remorso entre outros.
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas